'Bebê gigante' nasce com 7 kg e bate recorde no Amazonas

 O menino, que recebeu o nome Angerson, nasceu de parto cesárea.

"Bebê gigante", que nasceu em Parintins na quarta-feira (18), quebrou um recorde e é considerado o maior do Amazonas, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM). A criança veio ao mundo pesando 7,328 quilos e medindo 59 centímetros, 11h27.

O menino, que recebeu o nome Angerson, nasceu de parto cesárea, no Hospital Padre Colombo, da Diocese do município de Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus). Segundo a SES-AM, o estado de saúde do bebê é estável e ele é considerado um recém-nascido saudável.

A mãe, Cleidiane Santos dos Santos, de 27 anos, é moradora de Parintins. Ela tem mais cinco filhos e estava em sua 40ª semana de gestação.

'Bebê gigante,' Angerson Santos, nasceu com mais de 7kg, em Parintins, no interior do AM. — Foto: Divulgação/Hospital Padre Colombo

Cleidiane afirmou que o tamanho da criança a surpreendeu. "Eu pensei que seriam quatro quilos, mas veio sete quilos. Quero agradecer à equipe do Hospital Padre Colombo, que está me dando força e me tratando muito bem, desde quando eu entrei aqui. Se não fossem eles, eu não sei o que que seria de mim. Então eu agradeço cada um”, disse.

A direção do hospital, referência em obstetrícia em Parintins e região do Baixo Amazonas, informou que a mãe deu entrada na unidade na terça-feira (17), um dia antes do parto, para consulta obstétrica com intuito de acompanhar sua gestação.

Durante o atendimento, o hospital constatou que Cleidiane estava gerando um bebê GIG (Grande para Idade Gestacional). Considerando o tempo gestacional, a equipe a encaminhou para o parto cesárea.

A obstetra Artemisia Pessoa comemora o sucesso do procedimento. "Ele está recebendo uma assistência intensiva da equipe de neonatologia, que está responsável pelos cuidados. A gente só tem alegria, satisfação e gratidão por ter dado tudo certo nesse caso, nessa situação de risco, uma situação rara que também acabou surpreendendo a gente, porque a gente estava imaginando até um bebê em torno de seis quilos, pela ultrassonografia, mas ele ainda superou essa expectativa”, contou a profissional.

A SES ainda não deu detalhes do bebê que era considerado o maior do Amazonas antes do nascimento de Angerson.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.