Adolescente sofre queda de 6 metros em tirolesa instalada no Mineirão

 A vítima de 13 anos caiu de uma altura de seis metros e teve ferimentos leves. Ela é filha do jornalista Alê Oliveira.

O funcionamento da tirolesa instalada no Estádio Mineirão, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte, está suspenso. A decisão foi tomada após uma adolescente de 13 anos ficar ferida ao cair de uma altura de seis metros. A garota é filha do jornalista Alê Oliveira.

A informação é das empresas Minas Arena, que administra o Mineirão, da MXP, que contratou a tirolesa, e da Nerea, empresa responsável pela operação da atividade.

Imagens publicadas pelo pai da vítima nas redes sociais (veja vídeo acima) mostram o momento em que a menina se prepara para saltar. Ela é presa nos equipamentos de segurança, começa a descer, mas o equipamento se desprende da corda de aço. A adolescente cai sobre as cadeiras da arquibancada do estádio.

Falha humana

As empresas lamentaram o acidente e disseram que a perícia constatou falha humana. (veja a íntegra do comunicado abaixo).

De acordo com o boletim de ocorrência, o funcionário da empresa que opera a tirolesa assumiu ter errado na instalação dos equipamentos de segurança. Por isso, o objeto se desprendeu do cabo de aço e motivou a queda.

A menina foi levada para o pronto-socorro do Hospital João XXIII, na Região Centro-Sul da capital. Recebeu atendimento médico para tratar das escoriações na perna esquerda, no braço esquerdo, tórax e abdômen.

Lesão em uma das pernas da vítima, cinco dias após acidente — Foto: Acervo pessoal/Alê Oliveira

Tirolesa

  • A tirolesa do Mineirão consiste em uma trajetória entre dois pontos em que o praticante fica suspenso por uma corda de aço. A queda, de seis metros, foi na última quinta-feira (12), mas só foi divulgada nesta terça (17).
  • A idade mínima para descer na tirolesa é de 4 anos;
  • Não há restrição de peso, desde que o equipamento se ajuste adequadamente ao corpo do praticante, de acordo com as especificações do fabricante;
  • Não é permitido descer na tirolesa com objetos e equipamentos nas mãos;
  • A extensão da tirolesa é 220 metros;
  • A tirolesa parte de uma altura de 35 metros, saindo do anel superior da arquibancada do Mineirão;
  • A velocidade da descida varia de 20 a 45 Km/h, tendo influência do peso do praticante;
  • A capacidade máxima é de 20 pessoas por horário;

O que dizem as empresas

"O Mineirão, a MXP - empresa contratante da tirolesa -, e a Nerea, empresa responsável pela operação da tirolesa, lamentam o acidente ocorrido na quinta-feira (12), no estádio. A visitante recebeu prontamente o atendimento médico no Mineirão e foi encaminhada para o Hospital João XXIII, que diagnosticou escoriações leves sem fratura. Ela foi liberada no mesmo dia.

A perícia realizada identificou falha humana na operação. O Mineirão encerrou imediatamente a atividade de tirolesa no estádio.

Mineirão, MXP e Nerea reiteram que prestaram todo o suporte à visitante e seus familiares e seguem à disposição dos envolvidos."

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.