Presidente do TRE revela que Paraíba deve seguir sem tropas federais; desembargador classificou troca de tiros entre policiais como "fato isolado"

 Segundo o desembargador, até agora não há "nenhum motivo relevante e que preencha os requisitos legais" para a solicitação de forças federais.

O  desembargador Leandro dos Santos, presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), garantiu que até o momento a Paraíba não necessita de forças federais atuando nas eleições gerais. A informação foi veiculada no programa Arapuan Verdade, da rádio Arapuan FM. 

Segundo o desembargador, até agora não há "nenhum motivo relevante e que preencha os requisitos legais" para a solicitação de forças federais. 

O presidente da Justiça Eleitoral na Paraíba, lembrou que existia um processo em tramitação na corte eleitoral, sobre o tema, porém ele não foi aprovado. "O único processo que nós tinhamos, e isso já foi analisado, indeferimos". 

Sobre o caso ocorrido ontem (25), em que dois policiais se envolveram em uma discussão política com troca de tiros, o magistrado tratou como um fato isolado. "Um fato isolado de violência não é motivo para que a gente possa então mudar esse cenário", declarou à Arapuan FM.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.