João Azevêdo diz que maioria do PT é contrária a palanque único de Lula na Paraíba e que filiação de Alckmin ao PSB qualifica chapa petista

 A declaração foi dada nesta segunda-feira (7)​ durante entrevista ao jornalista Luís Torres, no programa Frente a Frente, da TV Arapuan.

O governador João Azevêdo (PSB) afirmou que a maioria dos membros do PT na Paraíba não está de acordo com o posicinamento que vem sendo adotado pela cúpula petista no estado, que decidiu apoiar a pré-candidatura do senador Veneziano Vital (MDB) ao Governo do Estado, a exemplo do ex-governador Ricardo Coutinho, e as deputadas estaduais Cida Ramos e Estela Bezerra.

Segundo o governador, o discurso de que o ex-presidente Lula (PT) terá palanque único na Paraíba não ecoa na grande parte dos filiados petistas. A declaração foi dada nesta segunda-feira (7) durante entrevista ao jornalista Luís Torres, no programa Frente a Frente, da TV Arapuan. 

"O que é dito muitas vezes por alguns membros do PT vai na direção contrária do que a grande maioria do PT diz aqui na Paraíba de que não haverá essa exclusividade e que, logicamente, não é esse o próprio discurso do presidente Lula", disse.

Durante o programa, João Azevêdo também afirmou que não tem problemas em receber apoio de 'desertores' do governo em um possível segundo turno, como a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT). 

Ele também disse que a filiação do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ao PSB qualifica a provável composição da chapa como vice de Lula. "A entrada de Alckmin nesse processo, nessa condição, para o PSB é muito bom", classificou.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.