Sancel
20.12.18

Vereadora defende cassação de Berg e cobra votação de emenda das eleições diretas em Bayeux

Atualmente, a Lei Orgânica do município estabelece que, em caso de vacância do cargo de prefeito e vice, sejam realizadas eleições indiretas, pelos vereadores.

Atualmente, a Lei Orgânica do município estabelece que, em caso de vacância do cargo de prefeito e vice, sejam realizadas eleições indiretas, pelos vereadores.
A vereadora de Bayeux Luciene de Fofinho cobrou celeridade na votação da proposta de emenda à Lei Orgânica do Município para garantir eleições diretas na cidade, em caso de vacância do cargo de prefeito, já que o vice-prefeito Luiz Antônio já foi cassado. Atualmente, a Lei Orgânica do município estabelece que, em caso de vacância do cargo de prefeito e vice, sejam realizadas eleições indiretas, ou seja, pelos vereadores na Câmara, independente do período de mandato.
Luciene quer alterar essa regra e também defende a cassação do prefeito Berg Lima, que retornou ao cargo após decisões do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do desembargador Marcos Cavalcanti, do Tribunal de Justiça da Paraíba. 
Luciene disse ser contra a eleição indireta. “Isso não é o que a população quer, então, apresentei um projeto de emenda e conclamo todos os dias a votação da emenda que visa a alterar a Lei Orgânica do nosso município, que caso ocorra a vacância, seja por renúncia ou por cassação, ocorra eleições diretas na nossa cidade, pois só a cassação do prefeito não vai resolver a situação que nossa cidade vive hoje, tem que haver a mudança na Lei Orgânica, a aprovação da nossa emenda e a cassação do prefeito Berg Lima”, disse a vereadora. 
ClickPB
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Vereadora defende cassação de Berg e cobra votação de emenda das eleições diretas em Bayeux Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco