Seis pessoas buscam hospital, em apenas um dia, após mordidas de cachorro em Patos; 27 foram atendidas nesta quinzena

 A unidade já contabiliza 27 atendimentos desse tipo nos primeiros 11 dias do ano de 2023, o que surpreendeu a instituição.

Seis pessoas foram atendidas vítimas de mordida de cachorro, em apenas um dia, na terça-feira (10), na Urgência e Emergência do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos. A unidade já contabiliza 27 atendimentos desse tipo nos primeiros 11 dias do ano de 2023, o que surpreendeu a instituição.

O diretor técnico do hospital, Drº Pedro Augusto, chama atenção para o aumento significativo e frequência de casos neste início de ano e para a necessidade de se procurar o serviço médico nessa situação.

"Esse tema do número de vítimas de mordedura de cães tem chamado a atenção de nossa emergência. E é importante que as pessoas procurem o serviço hospitalar por causa da questão da vacinação contra uma doença que não tem cura, que é a raiva humana, que é transmitida pela mordedura de um cão", explica diretor técnico do hospital, conforme obtido pelo ClickPB.

O médico reitera que toda pessoa que passar por essa situação, deve procurar atendimento médico para ser feito um esquema vacinal, inclusive, com cobertura contra o tétano, além do uso de antibióticos, a depender da localização e extensão da ferida. "Seja mordida ou mesmo uma lambedura do animal em ferida aberta é preciso ter cautela e cuidados específicos", destaca Drº Pedro Augusto, lembrando que a necessidade ou não de tomar a vacina dependerá de alguns fatores, entre eles, da observação do animal agressor.

Ele também menciona que, nessas situações, no hospital é feita a primeira dose da vacina antirrábica. "Depois desta primeira dose, se o cão for de rua ou não tiver a vacinação em dia, é preciso que o esquema vacinal seja completado e isso é feito nas unidades de saúde do município", pontuou o Drº Pedro Augusto.

As vítimas de mordida de cachorro devem procurar as unidades de referência nesse tipo de atendimento. Em Patos, nos dias úteis, nos turnos da manhã ou tarde, os PSF's também fazem esse atendimento. Nos demais dias e no período da noite, o atendimento é feito no hospital que é referência para o soro antirrábico em Patos.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.