Explosivo da Segunda Guerra Mundial é deixado ao lado de delegacia e mobiliza Gate no interior de São Paulo

 Polícia Civil informou que um homem, sem se identificar, afirmou que o foguete, modelo M6A3, era um "enfeite" e que o possuía há muitos anos e, com medo de uma explosão, decidiu descartá-lo.

Um explosivo da Segunda Guerra Mundial foi deixado ao lado da delegacia de Boituva, no interior de São Paulo. O caso foi registrado nesta segunda-feira (26) e mobilizou equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate).

De acordo com a Polícia Civil, no começo da manhã, um homem telefonou e, sem se identificar, avisou que havia deixado a munição ao lado do prédio.

Durante a chamada, ele afirmou ainda que o foguete, modelo M6A3, era um "enfeite" da Segunda Guerra Mundial e que o possuía há muitos anos. No entanto, com medo de uma explosão, decidiu descartá-lo.

Após o telefonema, o setor de investigações identificou que o explosivo era lançado por meio de uma bazuca e usado contra tanques de guerra. A polícia acredita ainda que o homem adquiriu o explosivo de forma ilícita.

Equipes do Gate foram acionadas e constataram que o foguete não oferecia risco de explosão. A Polícia Civil informou que um boletim de ocorrência foi registrado e que trabalha para identificar a pessoa que deixou o explosivo no local.

Explosivo da Segunda Guerra Mundial é deixado ao lado de delegacia em Boituva — Foto: Jornal Cidade de Boituva/ Reprodução

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.