Recenseadores do IBGE paralisam atividades na Paraíba e alegam atraso em recebimento de vale transporte e dinheiro

 Em entrevistas à imprensa, eles afirmam que os acordos firmados entre a classe e o Instituto não estão sendo respeitados

Recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizam ao longo do dia de hoje (01) paralisações, como forma de protesto em razão de condições de trabalho. Confome apurou o ClickPB, a ação ocorre em João Pessoa e  diversos municípios do país. 

Em entrevistas à imprensa, eles afirmam que os acordos firmados entre a classe e o Instituto não estão sendo respeitados. "A gente já tem um mês de trabalho e não sabemos sequer quanto e quando vamos receber", disse a censitária Joelma Cesário à uma emissora de rádio de João Pessoa. 

Outro fator prejudicial é a falta de pagamento do vale transporte o que tem afetado a ida dos profissionais a muitas áreas. "Os agentes censitários não tem recebido o vale transporte para chegar as áreas de recenseamento, e além disso a taxa de pessoas que têm recusado a pesquisa está muito alta (em razão da baixa divulgação por parte do IBGE)", explicou Joelma.

Além disso, de acordo com a agente, há carência de alimentação e pontos de apoio. Ela informou ainda que a comunicação com o Instituto é deficitária o retorno para a solução dos problemas é quase inexistente. 

No interior, segundo relatado por agentes censitários ao ClickPB, alguns recenseadores também não foram para as ruas e desligaram o aparelho disponibilizados pelo IBGE, no dia de hoje. 

A assessoria de imprensa do IBGE informou que irá manifestar-se ao fim do dia. 

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.