Paraíba tem três candidaturas indeferidas e 467 aguardam julgamento; prazo encerra na próxima segunda-feira

 Alguns candidatos e candidatas também renunciaram às disputas, após terem solicitado o registro à Justiça Eleitoral.

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) deverá julgar, até a próxima semana, mais de  460 pedidos de registro de candidaturas para diversos cargos nas eleições 2022. Conforme levantamento feito pelo Portal ClickPB junto à base de dados do Divulgacand, sistema da Justiça Eleitoral, até a manhã de hoje (5) três pedidos de candidaturas constavam como indeferidos, 247 deferidos e 467 aguardavam julgamento. 

Os números abrangem os cargos de governador, senador, deputado federal, deputado estadual. Segundo o calendário eleitoral, 20 dias antes do pleito é a data em que todos os pedidos de registro aos cargos de governador, vice-governador, senador, suplentes, deputados federais, estaduais e distritais, inclusive os impugnados e os respectivos recursos, devem estar julgados pelos tribunais regionais eleitorais, e publicadas as respectivas decisões (Lei nº 9.504/1997, art. 16, § 1º e Res.-TSE nº 23.609/19, art. 54.).

Deferidas
Até a manhã de hoje (5), entre as candidaturas que estavam deferidas estavam (para governador) as de Major Fábio (PRTB), Nascimento (PSTU) e Veneziano (MDB). Para o senado, até o momento apenas as de Alexandre Soares (PSOL) e André Ribeiro (PDT) haviam sido deferidas pela JE.
Para o cargo de deputado estadual constam como deferidas 134 candidaturas. 326 aguardam julgamento e 2 foram indeferidas. Já na disputa para representar a Paraíba na Câmara dos Deputados, estão deferidas 108 candidaturas, 130 esperam julgamento e 1 foi indeferida.

Indeferidas
Constam como indeferidas, duas candidaturas a deputado estadual e uma a deputado federal.  A candidatura de Edvania Xavier de Oliveira, a missionária Vanda, consta como indeferida em razão da "ausência de requisito de registro". Ela é natural de Mari, tem 46 anos e busca ser candidata pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB). 

A professora Ana Lúcia, Ana Lúcia da Costa Dantas, é filiada ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e também teve a candidatura indeferida em razão da ausência de requisito de registro. Ela tem 48 anos e é natural de João Pessoa. 


Até às 11h02 desta segunda (5), Bruno Arruda, candidato a deputado federal pelo PRTB, também constava como candidato com indeferimento devido a não cumprir requisito para registro de candidatura. 


Renúncias
Alguns candidatos e candidatas renunciaram às disputas, após terem solicitado o registro à Justiça Eleitoral. Entre os nomes estão o do deputado Buba Germano (PSB), que atualmente apoia sua esposa, Gilma Germano (PSB) na disputa pela ALPB. Também constam os nomes da ex-juíza substituta do TRT, Flávia Assunção, e do filho do ministro da Saúde Marcelo Queiroga, Antônio Neto (Queiroguinha).
Confira a lista completa | 
Deputado estadual: Buba Germano (PSB), Guedes Informática (PL), Kelsen Bolsonaro (PL) e Raphaella Lins (União).
Deputado federal:  Caio Marcelo (PMN), Cícera Santos (PMN), Juíza Flávia (MDB), Luidiji (PMN), Marcos Pesauto (PDT), Queiroguinha (PL).

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.