Mais de 5 mil agentes fazem a segurança pública no dia da eleição na Paraíba e 1.005 policiais se deslocam hoje para o interior

 As forças de segurança pública atuarão em cartórios eleitorais, locais de votação e de apuração dos votos, vias públicas e estações de transporte.

A  Operação Eleições 2022, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), já começou, mas a maior parte do esforço será concentrado no próximo domingo, dia 2 de outubro, quando as forças de segurança pública atuarão em cartórios eleitorais, locais de votação e de apuração dos votos, vias públicas e estações de transporte nos 26 estados e no Distrito Federal.

Na Paraíba, um efetivo total de 5.898 homens e mulheres da Segurança Pública será empregado na Operação até a madrugada de segunda-feira. Na manhã desta quarta-feira (28), está ocorrendo o envio de reforço de 1.005 policiais e bombeiros militares para o interior do estado. 

O secretário da pasta, Jean Nunes, acompanhou o embarque, que aconteceu do Centro de Educação da Polícia Militar e contou ainda com as presenças dos comandantes das forças de segurança e autoridades do Tribunal Regional Eleitoral e Ministério Público. Segundo o secretario, esta é a maior operação que as forcas de segurança da Paraíba já participaram. "É um momento muito importante, a recomendação é equilíbrio e bom senso nas decisões e operar em alinhamento com a justiça eleitoral, nosso papel é dar o apoio", disse. 

A Polícia Civil vai deslocar efetivo para unidades da Polícia Judiciária, a fim de auxiliar na confecção de procedimentos policiais, bem como dar suporte necessário aos órgãos que compõem o sistema de Justiça Criminal. 

O Corpo de Bombeiros terá como atribuição auxiliar o Tribunal Regional Eleitoral no apoio a Justiça Eleitoral para segurança das eleições 2022 e auxiliar a Polícia Militar nas ações definidas pela Secretaria da Segurança, em relação à guarda de urnas eletrônicas, além das atividades de socorro e salvamento inerentes à corporação. 

O presente do TRE destacou a importância da forca policial que estará sempre próximo as seções eleitorais, sobretudo as mais movimentadas. Ele reforçou a recomendação de "prudência e razoabilidade" a todos os agentes que atuarão no pleito.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.