Grávida aos 55 anos, Claudia Raia congelou óvulos e fez tratamento contra 'fogacho'

 Atriz fala sobre o assunto para combater desconhecimento acerca da menopausa: 'Faço tratamento hormonal porque estava pegando fogo'.

"Quer dizer que estou fadada ao fracasso?", questionou Claudia Raia, ao comentar sobre a maneira preconceituosa com que vê ser tratados assuntos relacionados à menopausa. A atriz de 55 anos — que anunciou, na última segunda-feira (19), uma nova gravidez, com o marido Jarbas Homem de Mello — costuma falar abertamente sobre o tema, justamente para que haja menos desconhecimento sobre a menopausa.

A atriz, que congelou óvulos aos 50 anos — indicando que pretendia eventualmente passar por um processo de fertilização in vitro, quando a fecundação ocorre em laboratório e, em seguida, o embrião é inserido no corpo da mulher —, realiza, há pelo menos dois anos, um tratamento para reposição hormonal.

"Faço tratamento hormonal, porque estava, tipo, pegando fogo mesmo", contou ela, sobre os calores que começou a sentir no corpo com a menopausa, em live realizada em 2021. "Não aguentava mais de fogacho. Na hora que vinha o fogacho, era o edredom e o Jarbas para fora da cama. E aí eu não dormia mais. É um inferno a vida mesmo. Ainda tentei aguentar um pouquinho...", afirmou a atriz, na transmissão ao vivo no Instagram, em conversa com o ginecologista Jorge Haddad.

De acordo com médicos, a reposição hormonal — realizada por profissionais — é a melhor maneira para mulheres em menopausa lidarem com os calores. Atividades físicas também são indicadas pelos especialistas para que os sintomas diminuam. Claudia Raia fez o tratamento por meio de laser.

É possível engravidar na menopausa?

As limitações relacionadas ao processo de se gerar um filho são causadas principalmente pelo número limitado de óvulos que a mulher carrega durante a vida e pelas alterações na liberação dos hormônios reprodutivos.

Ao chegar na menopausa, é de fato impossível engravidar de maneira natural. No entanto, esse estágio somente é atingido quando a mulher está há pelo menos 12 meses sem menstruar e, muitas vezes, é confundido com o climatério – período de transição do período fértil para o não reprodutivo.

O climatério tem início por volta dos 40 anos, e é quando começa a diminuição das funções ovarianas, fazendo com que os ciclos menstruais se tornem irregulares. Nesse período, embora a mulher possa interpretar os sintomas e a ausência de uma menstruação regular como a menopausa, ela ainda pode ter o desenvolvimento de folículos em óvulos e, consequentemente, pode engravidar – ainda que seja mais raro.

Por isso, mulheres que engravidam de forma espontânea a partir dos 40 anos podem ainda estar na fase do climatério e terem confundido o período com a menopausa. Porém, quando chegam na faixa dos 50, é praticamente nula a probabilidade de ainda haver gametas para serem fecundados.

Com isso, a menopausa realmente inviabiliza uma gravidez espontânea. Ainda assim, isso não quer dizer que seja impossível que a mulher carregue um bebê nesta fase da vida. Isso porque, graças aos avanços da medicina, é possível engravidar até mesmo após a última menstruação caso seja realizado um processo de fertilização in vitro.

No caso de Cláudia Raia, a atriz não especificou de que forma ocorreu a gravidez, apenas se demonstrou surpresa por estar esperando um filho aos 55 anos de idade e contou ser uma vontade antiga dela e do marido. A artista é mãe de Enzo, de 25 anos, e Sophia, de 19, com o também ator Edson Celulari.

O vídeo em que o casal anuncia a gravidez, publicado ontem no Instagram, já acumula mais de 943 mil curtidas e 5,9 milhões de visualizações até esta terça-feira de manhã.

“Não é novidade nosso sonho de sermos pais! E não é que ele se realizou? Eu e Jarbas Homem de Mello estamos grávidos!”, escreveu a atriz na publicação.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.