Delegado aponta fatalidade em atropelamento de criança em pista de motocross na Paraíba e diz que motociclista não fugiu de responsabilidades

 A criança cruzou a pista no momento da manobra do piloto de motocross e foi atingida. Socorrida, ela não resistiu aos ferimentos e morreu, ainda no domingo (21).

O delegado Fernando Zoccola informou ao ClickPB que o motociclista que atropelou uma criança em uma pista de motocross, em Juazeirinho, não fugiu das responsabilidade  e se apresentou de forma espontânea na delegacia, além de ter prestado socorro à vítima. A criança cruzou a pista no momento da manobra do piloto de motocross e foi atingida. Socorrida, ela não resistiu aos ferimentos e morreu, ainda no domingo (21), durante a transferência para o Hospital de Trauma de Campina Grande, após dar entrada no hospital em Juazeirinho.

"Ele foi ouvido logo na segunda-feira (22), por mim. Ele se apresentou a tarde com a advogada. Ele estava muito estarrecido, claro. Não é diferente, qualquer ser humano é um ser humano. Pelo que se entendeu da versão dele foi uma fatalidade. Não teve a intenção. Ele estava treinando numa pista de motocross com mais cinco amigos e, infelizmente, a criança cruzou a pista já quando ele estava pousando a moto, já no processo de descida do salto. Quando desceu, infelizmente, caiu em cima da criança. A criança ainda foi socorrida para o Hospital de Juazeirinho, onde foi deslocada para o Hospital de Trauma de Campina Grande, mas, no caminho, foi a óbito", explicou o delegado Fernando Zoccola, ao ClickPB.

Ainda segundo o delegado, "o rapaz se apresentou de forma espontânea. Ele não se furtou a prestar socorro. Ele prestou socorro, foi à delegacia e acionou todos os meios possíveis para socorrer a criança."

O piloto de motocross foi liberado logo após o depoimento.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.