Polícia Federal prende dois investigados com vídeos de pornografia infantil em celulares em operação no Amapá

 Prisões ocorreram durante cumprimento de mandados de busca e apreensão na casa dos dois detidos nesta quarta-feira (13).

Dois homens que já eram investigados pela Polícia Federal (PF) foram presos em flagrante nesta quarta-feira (13) em Macapá. Os agentes encontraram vídeos de crianças em situação de exploração sexual nos celulares dos suspeitos. Um deles, inclusive, compartilhou o material em grupos nas redes sociais.

As prisões aconteceram durante cumprimento de dois mandados de busca e apreensão nas casas dos detidos nos bairros Beirol e Pacoval, no âmbito das operações Guardião e Vigia.

Segundo apuração da PF, os suspeitos teriam armazenado em equipamentos eletrônicos mais de 150 imagens e vídeos de conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

Policial verifica celular apreendido em operação de combate à pornografia infantil — Foto: PF/Divulgação

A polícia identificou os homens por meio de rastreio feito por órgãos internacionais e pelo Serviço de Repressão a Crimes de Ódio e Pornografia Infantil (Sercopi), departamento da PF em Brasília (DF).

Os presos podem responder pelos crimes de armazenamento e compartilhamento de pornografia infantil. Se condenados, as penas somadas podem chegar a 10 anos de prisão.

Os nomes das operações Guardião e Vigia fazem referência aos órgãos internacionais e à PF, que monitoram os crimes relacionados à pornografia infantil.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.