RÁDIO INFORMATIVO EM FOCO

Eleições: presidente do TRE-PB diz que juiz de cada zona eleitoral na Paraíba decidirá sobre convocação de tropas federais, mas descarta necessidade

 Forças da Segurança Pública e outros órgãos se reúnem com o TRE-PB, na tarde desta quarta-feira (20), para discutir a estratégia da segurança das Eleições 2022.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador Leandro dos Santos, disse que o juiz de cada zona eleitoral no estado decidirá sobre a convocação de tropas federais para garantir a segurança nas Eleições 2022. Ele descartou, no entanto, a necessidade dessa convocação para o momento. Forças da Segurança Pública e outros órgãos se reúnem com o TRE-PB, na tarde desta quarta-feira (20), para discutir a estratégia da segurança das Eleições 2022.

Foram convidados para a reunião a Polícia Civil da Paraíba, Polícia Militar da Paraíba, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, Ministério Público Federal e Abin (Agência Brasileira de Investigação).

O desembargador Leandro dos Santos informou, em entrevista ao programa Arapuan Verdade nesta quarta-feira, que "é uma praxe que nós temos nos anos eleitorais de nos reunirmos para traçar pontos que são comuns e extremamente relevantes para ter uma eleição com muita paz e segurança. É preciso a gente ouvir cada um desses atores e traçar estratégias. Vamos ouvir todos esses atores."

Sobre a possível convocação de tropas federais, o presidente do TRE-PB relatou que "as Forças Armadas sempre foram parceiras da Justiça Eleitoral e sempre foi uma parceria que gerou muitos frutos, no sentido de a gente manter a ordem nas eleições e com esse aparato extra, em situações excepcionais, a gente poder ter essa tranquilidade. Nesse ano, nós não estamos enxergando a necessidade de ter as forças federais na eleição na Paraíba."

Ele lembrou, porém, que "o juiz eleitoral, onde ele estiver, pode solicitar a atuação das forças federais ao TRE-PB e a gente analisa e encaminha para o TSE porque a posição final será do Tribunal Superior Eleitoral. Mas, repito, nesse momento não enxergo nenhuma situação no estado da Paraíba que viabilize a convocação de tropas federais."

Quem também comentou sobre as estratégias da Segurança Pública com o TRE-PB para as Eleições 2022 foi o secretário de Estado, Jean Nunes. "A gente precisa fazer esse alinhamento com as autoridades do TRE-PB para que a gente possa unir forças", declarou o secretário de Estado da Segurança Pública da Paraíba.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.