Ex-mulher de membro da família real do Catar é encontrada morta na Espanha

 Kasia Galliano travava uma disputa legal pela guarda das três filhas com o ex-marido Abdelaziz bin Khalifa Al-Thani, tio do atual emir do Catar.

A ex-mulher de um membro da família real do Catar foi encontrada morta no domingo (29) em sua casa na cidade de Marbella, na Espanha.

Kasia Galliano, de 45 anos, a mulher encontrada morta, foi casada com Abdelaziz bin Khalifa Al-Thani, tio do atual emir do Catar.

Ela tem nacionalidade polonesa e americana.

O corpo só foi encontrado porque uma filha de Galliano que mora em Paris telefonou para a polícia da Espanha porque não conseguia se comunicar com a mãe.

As primeiras informações atribuem a morte de Kasia Gallanio a uma overdose de remédios, mas não foi divulgado um relatório sobre a autópsia.

A polícia encontrou o corpo na cama, sem sinais de violência, segundo o jornal “El País”, da Espanha. Os policiais que levantaram a hipótese de overdose.

A mulher e o ex-marido brigavam na Justiça pela guarda das três filhas que os dois tiveram.

Kasia Gallanio acusava o ex-marido Al-Thani de tocar de maneira inapropriada uma das filhas.


De acordo com uma reportagem do jornal francês “Le Parisien”, a Justiça aguardava uma prova pericial psicológica de Gallanio.

A disputa judicial começou há dez anos, em 2012.

Em abril, uma das filhas denunciou o pai por agressões sexuais quando ela tinha idade entre 9 e 15 anos. As pessoas próximas de Al-Thani negam a acusação. O Ministério Público da França, no entanto, abriu uma investigação por agressão sexual.

Al-Thani, de 73 anos, não fala com as filhas. A menor das três tem 15 anos de idade, e vive em um palácio em Paris sem frequentar a escola, de acordo com a mídia francesa.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.