Suspeito da morte de dois policiais no Ceará não tinha antecedentes criminais

 Ele foi identificado como Antônio Wagner Quirino da Silva, de 31 anos, por meio necropapiloscopia, técnica utilizada pelos peritos para realizar a identificação de pessoas mortas por meio das impressões digitais.

O suspeito de matar dois policiais rodoviários federais na manhã desta quarta-feira (18) em Fortaleza não tinha antecedentes criminais. Ele foi identificado como Antônio Wagner Quirino da Silva, de 31 anos, por meio necropapiloscopia, técnica utilizada pelos peritos para realizar a identificação de pessoas mortas por meio das impressões digitais.

Horas após o ocorrido circularam nas redes sociais informações e fotos de que o autor do crime contra os agentes seria uma ex-fuzileiro naval, informação que foi desmentida pela Policia Rodoviária Federal (PRF).

Os dois agentes foram mortos a tiros em um trecho da rodovia BR-116 com a Avenida Oliveira Paiva, no Bairro Cidade dos Funcionários. Em seguida, o autor dos disparos foi morto por um policial que passava pela via.

Um vídeo feito por testemunhas e que pode ser visto acima mostra o momento do tiroteio. É possível ouvir sete disparos. Em outro vídeo, o suspeito aparece andando entre os carros antes do crime.

Os dois policiais que estavam patrulhando a via retiraram um homem em situação de rua que transitava entre os carros, segundo a Secretaria da Segurança Pública. Após ser abordado, o homem tomou a arma de um dos policiais e os matou. De acordo com o policial rodoviário Márcio Moura, antes, os agentes atenderam o motorista de veículo em pane, no acostamento da rodovia.

Autoridades lamentam
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, lamentou as mortes em mensagem em rede social: “Hoje é um dia triste para as famílias de dois queridos colegas da PRF e para todos nós do #MJSP [Ministério da Justiça e Segurança Pública] e da corporação devido às mortes de dois PRFs em Fortaleza", disse.

A governadora do Ceará, Izolda Cela, também lamentou a perda dos policiais: "Lamento profundamente o episódio em que dois policiais da PRF perderam a vida, hoje, na BR-116, em Fortaleza".

A PRF lançou nota de pesar pelos profissionais mortos. "O falecimento dos nossos policiais entristece toda a corporação", disse.

Polícia Federal vai investigar

O caso será investigado pela Polícia Federal. Uma equipe da Polícia Militar do Ceará (PMCE) recuperou as armas dos agentes rodoviários que foram tiradas durante a ação criminosa. Agentes da PRF, do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), da Polícia Militar, e de outras forças de segurança foram ao local da ocorrência. Um helicóptero da PM também foi acionado e pousou na pista.

Inicialmente havia a suspeita de que um segundo homem estaria envolvido no crime, mas essa informação foi descartada.

Por conta da ocorrência, o trânsito no trecho foi bloqueado e havia um congestionamento na região nesta manhã.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.