RÁDIO INFORMATIVO EM FOCO

Em 10 dias, avanço de casos Covid-19 e gripes faz 25 agências bancárias da Região Metropolitana de João Pessoa fecharem as portas

 O período de afastamento dos funcionários varia de sete a dez dias dependendo da presença de sintomas.

O aumento do número de casos de Covid-19, principalmente em virtude da circulação da variante Ômicron, e de síndromes gripes, reflexo também da H3N2, tem contribuído para alterar o funcionamento de diversos serviços. Somente em 10 dias, 25 agências bancárias localizadas na Região Metropolitana de João Pessoa tiveram que fechar as portas após bancários adoecerem por uma dessas doenças.

Ao ClickPB, o presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Lindhonjhonson Almeida, informou que informou as agências fecham após os funcionários precisarem se afastar por conta da Covid-19 ou por gripes/Influenza. “Em seguida, o local é sanitizado e só depois que liberam a agência para funcionar”, comentou.

Ainda de acordo com ele, os funcionários que testaram positivo ficam afastados das funções até a recuperação. Já aqueles que estão com suspeita porque tiveram o contato com pessoas doentes fazem o teste. Se o resultado for negativo, ele retorna ao trabalho. O afastamento, de acordo com ele, varia dependendo do atestado médico, mas geralmente, a média é de sete dias.

As recomendações da Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) é que as pessoas que testaram positivo devem ficar em isolamento por sete dias se estiver assintomático e 10 dias se tiver com algum dos sintomas. Até o momento, a Paraíba contabiliza 480.736 casos confirmados e 9.645 mortes por Covid-19. Já foram realizados 1.292.294 testes.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.