Preso investigado por estuprar e engravidar duas irmãs menores na Paraíba

 A Polícia Civil da Paraíba, por meio da delegacia municipal de Lagoa Seca, prendeu nesta quarta-feira, 29 de dezembro, um homem de 31 anos de idade investigado por estuprar duas irmãs, ambas de 12 anos. Uma delas teria três filhos dele.

Os relacionamentos teriam ocorrido sem o consentimento dos pais. De acordo com o Código Penal Brasileiro, o artigo 217-A define como estupro de vulnerável qualquer ato de conjunção carnal ou ato libidinoso com pessoa menor de catorze anos, ainda que a vítima queira a relação.

As investigações apontam que a outra vítima também estaria grávida desse homem. Com base nos levantamentos, a Justiça expediu o mandado de prisão preventiva em desfavor do investigado, que foi cumprido ontem.

“São crianças que vivem em estado de vulnerabilidade desolador, sem o mínimo de proteção e sem a mínima noção do que é uma gravidez, por exemplo. Quanto mais a gente aprofundava as investigações, mais crescia a vontade de prender essa pessoa e levá-lo à Justiça”, disse o delegado Eduardo Almeida.

O preso já tem histórico de registros policiais por crimes de furto, porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal. Ele está recolhido, à disposição da Justiça.

Repercussão nacional

Essa prisão realizada pela Polícia Civil deverá ser destaque em órgãos de imprensa de abrangência nacional, diante da gravidade do crime.

Por Paraíba Online  com Ascom

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.