População com lesões e coceiras na pele deve evitar automedicação, orienta médica; casos na Paraíba têm relação com arboviroses

 Coceiras na pele na população do estado vizinho tinham relação com cerdas de mariposas conforme descobriram dermatologistas.

Em caso de surgimento de lesões e coceiras na pele, a orientação da médica dermatologista Marília Aranha é que se evite a automedicação e que o paciente deve procurar um especialista na área. Após surto de coceira misteriosa no Grande Recife, em Pernambuco, na Paraíba houve pelo menos 11 notificações suspeitas, mas que, conforme a Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB), estaria ligado às arboviroses.

Na última quarta-feira (08), dermatologistas descobriram a causa das coceiras registradas no estado vizinho. "Em Pernambuco a causa é a penetração na pele de cerdas que se desprendem do corpo das mariposas do gênero Hylesia. Esses insetos estão em período de reprodução esta época do ano e causam surtos de dermatite em varia áreas do Brasil", comentou Marília Aranha, em conversa com o ClickPB.

Ainda de acordo com a dermatologista, ao apresentar lesões de pele, a população deve evitar automedicação e procurar um médico. Sobre o tratamento, a médica explicou que "consiste em uso de medicamentos anti histamínicos e em alguns casos de corticoide". 

Em conversa com o ClickPB, o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, informou que as notificações suspeitas de coceiras registradas na Paraíba tinham relação com às arboviroses (dengue, Zika, Chikungunya). 

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.