Clássico põe à prova São Paulo copeiro contra Palmeiras cascudo na Libertadores

 

A importância de conseguir a classificação em cima de um rival do estado ganha peso pela ausência de títulos no primeiro semestre

De um lado um time que vem capengando no Brasileiro, mas que se transforma quando o formato da disputa passa a ser eliminatório. Do outro, o atual campeão da Libertadores, que segue brigando pela liderança do Nacional e busca, diante do São Paulo, confirmar o prognóstico de que é um dos favoritos a repetir a conquista do torneio sul-americano. É nessa atmosfera que São Paulo e Palmeiras iniciam o confronto das quartas de final da Libertadores nesta terça, às 21h30, no Morumbi. Além disso, um duelo internacional será uma atração à parte no banco de reservas: o argentino Hernán Crespo contra o português Abel Ferreira.

Um clássico recheado de rivalidade que apresenta equipes em momentos diferentes. Atual campeão da Libertadores, o time palmeirense encerrou a fase de grupos com a segunda melhor campanha entre todos os participantes. Foram cinco vitórias em seis jogos e um aproveitamento de 83% na primeira fase.

A importância de conseguir a classificação em cima de um rival do estado ganha peso pela ausência de títulos no primeiro semestre, onde acabou ficando com o vice nas três finais que disputou. Para piorar, a eliminação surpreendente na Copa do Brasil para o CRB aumentou a pressão sobre o trabalho de Abel Ferreira.

A perda da liderança para o Atlético-MG nesta rodada não deve ser motivo de preocupação. Pelo menos é o que garante o treinador. "Tivemos um bom momento no Brasileiro com várias vitórias em sequência e houve uma queda. Mas estamos trabalhando e focados no nosso objetivo. A responsabilidade dessa derrota é minha", disse o treinador palmeirense.

Ele chega para o clássico com quase todo o elenco à disposição. O departamento médico está praticamente vazio e, assim, Abel Ferreira deverá colocar a força máxima contra o São Paulo. Felipe Melo, Danilo e Breno Lopes cumpriram suspensão e estão prontos para reforçar a equipe.

No São Paulo, a ordem é virar a chave. O triunfo sobre o Atlético-PR foi importante para tirar o time da zona de rebaixamento do Brasileiro. Mas a boa notícia vem quando se expia o desempenho do time em jogos de mata-mata sob o comando de Hernán Crespo.

Com a vitória e a classificação diante do Vasco na Copa do Brasil, a equipe do Morumbi apresenta um aproveitamento de 76,6% de êxito em partidas eliminatórias.

Muito dessa eficiência foi comprovada no primeiro semestre. Com Crespo, além do Vasco, a equipe superou Ferroviária, Mirassol e Palmeiras neste formato. O único revés em partidas de ida e volta foi para o 4 de Julho pela Copa do Brasil, quando atuou no Nordeste. Em compensação, no confronto de volta, o São Paulo aplicou 9 a 1 nos piauienses.

Para o jogo contra o Palmeiras, Crespo conta com o aval do departamento médico. Luciano e Eder, com lesões na coxa, ainda não têm retorno garantido.

Daniel Alves, que retornou nesta segunda após conquistar o ouro nos Jogos de Tóquio, depende de avaliação física para saber se pode atuar. "Daniel Alves é um grande jogador. Falarei com ele para saber a situação em que está e vamos escolher a melhor opção para escalar a equipe", falou o comandante argentino.

Já o zagueiro Arboleda, que se recupera de um estiramento, deve reforçar a zaga. Rigoni, que cumpriu suspensão contra o Atlético-PR, reaparece no time.

A tendência é manter o esquema com três zagueiros e tentar controlar o meio-campo. A experiência de Benítez é o trunfo de Crespo para ditar o ritmo do jogo e acionar os atacantes na frente. Autor dos gols da vitória sobre o Atlético-PR, Pablo ensaia novamente fazer as pazes com as redes adversárias. Nos últimos três jogos, ele marcou três vezes e segue como artilheiro do clube na temporada com 12 gols. "É sempre importante estar fazendo gols. O importante é estar ajudando o clube."

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO x PALMEIRAS

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Léo; Igor Vinícius (Daniel Alves), Luan, Liziero, Benítez e Wellington; Rigoni e Pablo. Técnico: Hernán Crespo.

PALMEIRAS - Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Joaquin Piquerez; Danilo, Zé Rafael, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa; Breno Lopes e Deyverson. Técnico: Abel Ferreira.

Horário: 21h30.

Juiz: Nestor Pitana (ARG).

Local: Morumbi, em São Paulo.

Na TV: SBT e Fox Sports.

Por Estadão Conteúdo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.