Sancel
7.6.19

Saúde de Conde identifica que pacientes com malária foram infectados em Carapibus e Jacumã

Dos 10 casos de malária em Conde, nove foram de moradores da região e um foi de uma mulher que mora em João Pessoa, mas que tem casa de veraneio no município do Litoral Sul.

Todos os casos foram detectados em Carapibus e Jacumã, o que aponta para uma concentração das infestações (Foto: Reprodução)
Até a tarde desta quinta-feira (06) a cidade de Conde, no Litoral Sul do Estado, já confirmou dez casos de pessoas infectadas por malária. Todos os casos foram detectados em Carapibus e Jacumã, o que aponta para uma concentração das infestações.
Um óbito passou a ser investigado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), para que se identifique se também seria uma pessoa com malária.
A secretária de Saúde de Conde, Renata Domingos, explicou ao ClickPB que um levantamento aponta a possibilidade de que uma pessoa chegou ao município de Conde com a malária, no Carnaval, foi picada pelo mosquito prego (Anopheles, transmissor da doença) e, então, o mosquito infectado picou moradores de Conde.
Essa análise da transmissão da doença foi feita por profissionais da Secretaria de Estado da Saúde e do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do SUS (EpiSUS), do Ministério da Saúde. Dados de prontuários e a análise do período em que começaram a surgir os casos levaram o grupo que investiga a aparição dos infectados a esse raciocínio.
Ainda de acordo com a secretária, dos 10 casos de malária em Conde, nove foram de moradores da região e um foi de uma mulher que mora em João Pessoa, mas que tem casa de veraneio no município do Litoral Sul. Ela destacou, também, que, com o surgimento dos casos, os habitantes mais próximos dessas pessoas foram visitados pelas equipes de saúde para que fizessem exames e fornecessem informações que pudessem ajudar os profissionais a controlar a transmissão da doença.
As pessoas com sintomas de malária são direcionadas a dois tipos de exames: o teste rápido feito com gota de sangue aplicada a um aparelho semelhante a um teste de gravidez e um teste com gota de sangue na lâmina, a qual é enviada ao Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (LACEN-PB) e analisada por um especialista em malária que trabalhou na região amazônica.
Renata Domingos também relatou ao ClickPB que os profissionais da Saúde de Conde foram capacitados para o manejo clínico da malária, através dos testes e diagnósticos. Antes, os testes para diagnóstico de malária eram feitos apenas com quem apresentava sinal de febre alta, acima de 39 graus. Agora, a simples febre já é motivo de se realizar o teste na pessoa com sintoma. "Chegou (paciente) com febre, já fazemos os testes. Todo dia a gente está fazendo", revelou a secretária sobre a frequência de chegada de pacientes com sintomas às unidades básicas de saúde municipais.
A titular da pasta da Saúde de Conde também destacou que a malária não tem vacina para combatê-la, mas que tem cura com tratamento por medicamentos fornecidos pelo SUS.
Ela também lembrou que o município fará um novo Dia D, no sábado (8), com informações e visitas às famílias para esclarecimentos e testes sobre a doença. Renata Domingos enfatizou dicas de prevenção contra a malária: usar repelente, mosquiteiro, evitar aproximação de rios e maceiós das 4h às 8h e das 18h às 22h, horários de concentração dos mosquitos nessas áreas.
Fonte: CickPB
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Saúde de Conde identifica que pacientes com malária foram infectados em Carapibus e Jacumã Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco