Sancel
28.4.21

Investigado pelo assassinato de Patrícia Roberta tem personalidade 'perigosa', diz delegada

 O suspeito da morte da jovem de Caruaru foi preso e está a disposição do Sistema Prisional.

O principal suspeito do assassinato de Patrícia Roberta, 22 anos, Jonathan Henrique dos Santos, 23 anos, tem uma personalidade considerada 'perigosa', segundo revelou a delegada titular de Crimes contra a Pessoa, Emília Ferraz. A informação foi dada durante uma coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (28), na Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, em João Pessoa.

As atitudes praticadas por Jonathan Henrique dos Santos assim como suas postagens nas redes sociais e denúncias recebidas pela Polícia Civil, por meio do Disque Denúncia, "apontam para uma personalidade agressiva, transtornada e perigosa". A delegada contou, como o ClickPB acompanhou, que no apartamento do suspeito foram encontrados livros de ocultismo e assim como situações postadas em suas redes sociais. Entre as denúncias estão as possíveis investidas abusadoras de Jonathan contra mulheres. Além disso, sobre o temperamento agressivo para situação apologia ao crime, "situação essa que a gente pode constar na suas redes sociais".

Patrícia Roberta era amiga de infância de Jonathan Henrique. Os dois estudaram juntos em Caruaru, mas perderam contato após Jonathan se mudar para João Pessoa. Ele é o principal suspeito de matar a jovem. Foi preso no fim da noite de ontem (27), na casa de um amigo no bairro de Mangabeira III, em João Pessoa. Este amigo foi ouvido e liberado. Na delegacia, acompanhado de uma equipe de advogados ficou calado. 

O caso

Na quinta-feira da semana passada, a Patrícia Roberta confidenciou a uma prima que estava mantendo uma conversa com um 'namoradinho de infância'. De acordo com a delegada Emília Ferraz, da Delegacia de Crimes contra a Pessoa, informou que o acusado tinha convidado a jovem para passar um fim de semana em seu apartamento e conhecer a cidade de João Pessoa. A jovem conseguiu comprar a passagem e vir a Capital paraibana. 

Patrícia Roberta viajou na sexta-feira e ao chegar em João Pessoa, Jonathan não foi buscá-la na rodoviária. Ele enviou um carro de aplicativo que a trouxe até o seu apartamento. A jovem disse a família que tinha chegado bem. No sábado, estava bem e conversou com os familiares. No entanto, entre a noite de sábado e o domingo pela manhã, a jovem contou que ficou sozinha no apartamento. O último contato ocorreu ao meio-dia. Familiares vieram a capital e registraram um boletim de ocorrência. 

Começaram as investigações por parte das polícias Militar, Civil. Uma perícia foi realizada no apartamento onde foram encontrados materiais que serão periciados e considerados de relevância ao processo investigatório. O corpo da jovem foi encontrado na tarde de ontem. 

Por ClickPB

  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Investigado pelo assassinato de Patrícia Roberta tem personalidade 'perigosa', diz delegada Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco