Sancel
17.11.20

Identificada família que morreu em desmoronamento de falésia na Praia de Pipa, Rio Grande do Norte

 Familiares e amigos lamentaram o falecimento da família.​​

A família que morreu nesta terça-feira (17), vítima de desmoronamento de uma barreira de falésias na praia de Pipa, litoral sul do Rio Grande do Norte, foi identificada. Familiares e amigos lamentaram o falecimento da família, em publicações nas redes sociais.

Hugo Mendes Pereira, 32 anos, natural de Jundiaí, em São Paulo, e sua esposa Stela Souza, que também morreu. O filho do casal, Sol, de menos de 1 ano, chegou a receber socorro, mas não resistiu e morreu no local. 

Igor Caetano, empresário de passeio náutico, viu o acidente e disse que Hugo, Stella e o filho estavam sentados perto da falésia.

"Ainda deu tempo de a mãe tentar segurar a criança, por isso que os adultos estavam mais machucados, porque a mãe estava abraçada com ele [o bebê]."
"A gente cavou até encontrar o pai, e depois encontramos a mãe e a criança. O menino ainda estava respirando. Por coincidência, uma médica estava passando aqui na hora, ela tentou reanimar a criança, mas não teve mais jeito", disse Igor.

João Marinho, primo de Stella, contou que quando a equipe de resgate chegou ao local do acidente, já encontrou a família sem vida. O cachorro do casal também morreu soterrado.

"Eu sou nascido e criado aqui e sempre aconteceu isso, mas cada vez mais o mar está destruindo a falésia. A gente vê os turistas aproveitando a sombra das falésias e pede pra eles saírem porque a gente sabe do risco", afirmou ele, que é pescador.

De acordo com a prefeitura de Tibau do Sul, placas com alerta do risco de desabamento são colocadas constantemente nas áreas de risco, mas logo são levadas pela maré cheia. O secretário de Comunicação do município, Fábio Pinheiro, disse que o casal foi alertado dos riscos por um fiscal da prefeitura pouco antes do acidente.

Populares no local afirmaram que os três moravam em Praia do Amor, em Pipa. 

Hugo participou, em 2017, de uma reportagem do Domingo Espetacular, da Rede Record. Na época, o jovem morava em um veículo adaptado e viajava o mundo com uma cachorra de estimação, Brisa, que morreu em 2019.

Hugo trabalhava como gerente da Morada da Brisa, em Pipa. Ele gostava de viajar e conheceu diversos países.

Stela era psicóloga pela UNI-RN e já trabalhou na prefeitura de Natal, entre 2012 e 2018.

Em 15 de outubro, Hugo publicou este texto em suas redes sociais:

Veja só , 5 anos atrás tinha um trabalho estável , muito bem remunerado , um cargo de nome bonito : coordenador de projetos internacionais.

Foram 8 anos no grupo América móvel (claro + Embratel + Net) , 8 promoções na carteira . Convênio médico, odontológico, vale refeição gordo, plano de carreira. Sair parecia loucura, sai pela porta da frente e deixei aberta.

De lá pra cá , passei por 5 continentes, vários países , distintas culturas, 24 estados no Brasil. Lugares dos mais diversos, pessoas das mais incríveis .

Fiz coisas que nunca havia sequer pensado em fazer, trabalhei na louça , na faxina , diária de servente , trabalhei de voluntário, cerca no meio do mato. Fui feito de otário por quem corria comigo , fui amado por quem eu nunca nem tinha visto .

Almocei na igreja, fiquei sem almoçar , almocei no restaurante chique. Dormi na rua, dormi na praia , na barraca , na casa abandonada, na praça , no aeroporto, por anos morei no carro.

No caminho me realizei trabalhando com hospedagem, participei de vários projetos e hoje em família temos o @moradadadabrisapipa , o qual na última temporada recebemos 521 pessoas de 17 países e no sapatinho ficamos entre as 10 melhores avaliadas da cidade. Cidade qual com mais de 493 propriedades cadastradas na maior plataforma de reservas do mundo, booking.com

Poucos sabem, mas em paralelo sigo trabalhando registrado, com 32 anos, tenho 12 anos de registro, sim o hippie CLT.. Até ontem trabalhava em um hotel 5 estrelas, em uma escala 6 por 1, e de madrugada para poder conciliar com nosso negócio, era auditor . Já eram quase dois anos dormindo pouco e agora com filho pequeno estava punk.

Terça feira , no dia do meu aniversário , porque pra quem acredita em Deus , não existe coincidência nem sorte fui presenteado com um convite pra la de especial . Vou ser gerente no maior hotel de Pipa , hotel com mais de 130 apartamentos . Mesmo hotel que a 4 anos atrás iniciei meus trabalhos com hotelaria, volto, de novo pela porta da frente. Muito feliz.

Lilian Pereira, Pedro Holanda , sou eternamente grato . Obrigado pela oportunidade .

Stela . Sol. Amo vocês



Por ClickPB

  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Identificada família que morreu em desmoronamento de falésia na Praia de Pipa, Rio Grande do Norte Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco