Sancel
13.10.20

Secretário de saúde volta a se posicionar contrário às aulas presenciais na Paraíba

Foto: Paraibaonline

 Algumas cidades paraibanas já iniciaram o processo de flexibilização de aulas presenciais, mesmo em meio a pandemia de coronavírus. É o caso da capital João Pessoa, que após liberar a retomada das instituições de ensino superior, permitiram a volta também do ensino médio.

As primeiras turmas contempladas são as de 3º ano, que a partir desta terça-feira (13) já tem permissão para tal atividade. Diferente das de 2º e 1º, que só retornarão a partir de 19 e 26 de outubro, respectivamente.

O secretário de saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, no entanto, não parece concordar muito com a decisão. Em entrevista à CBN, ele nomeou o ato como método da tentativa e erro.

“Abre e se não der certo fecha. Isso não é atitude que se recomenda em um momento como esse de pandemia em que essa abertura pode promover o adoecimento de uma quantidade grande de paraibanos”, ponderou.

De acordo com Geraldo, a flexibilização desse tipo de atividade pode ocasionar um aumento no número de ocupação de leitos de UTI e enfermaria no Estado podendo, inclusive, facilitar um colapso na rede de saúde.

– A abertura das aulas presenciais representa mais um milhão de pessoas circulando, se interconectando, se aproximando uma das outras e, consequentemente, com probabilidade de uma grande contaminação – finalizou.

Por Paraíba Online 

  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Secretário de saúde volta a se posicionar contrário às aulas presenciais na Paraíba Rating: 5 Reviewed By: Informativo em Foco