Músico suspeito de provocar morte de motociclista tem prisão mantida em audiência de custódia

 Caso aconteceu na manhã desse domingo (1º), na BR-230, próximo à alça da Avenida Beira Rio, em João Pessoa

Está preso na Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega, no bairro do Roger, em João Pessoa, o músico apontado como responsável pelo acidente que vitimou o porteiro Luciano Pereira dos Santos, de 39 anos, na manhã desse domingo (1º), na BR-230, próximo à alça da Avenida Beira Rio.

Maurício da Silva Neto, de 26 anos, conhecido como Mauricinho dos Teclados, se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas uma garrafa de uísque foi encontrada na caminhonete que ele conduzia. O suspeito responderá pelo crime de homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar.

“Profissionais da viatura do Corpo de Bombeiros que socorreu o motorista disse que ele estava embriagado. O médico que o atendeu no Hospital de Emergência e Trauma também falou que ele estava alcoolizado”, reportou o delegado Eduíno Facundo, à TV Correio.

Maurício perdeu o controle da caminhonete que conduzia, colidiu com o canteiro central e invadiu o sentido contrário da rodovia. Ele atingiu a motocicleta de Luciano, que acabou batendo em um carro de passeio. O motociclista morreu na hora. Maurício, uma mulher que o acompanhava e outras três pessoas que ocupavam o carro de passeio ficaram feridos.

Batida aconteceu perto da alça da Avenida Beira Rio (Foto: Reprodução/TV Correio)

Luciano Pereira dos Santos era porteiro de um prédio no Bessa. Ele estava a caminho do trabalho quando foi atingido pela caminhonete de Maurício da Silva Neto.

“Luciano era um empregado extremamente correto, um pai de família exemplar. Tinha dois filhos, uma garotinha de 12 anos e um garotinho de oito anos. Era cumpridor de suas obrigações. Muito correto, honesto, decente. Luciano vai fazer muita falta não só à família dele, mas para nós amigos. A ficha não caiu ainda. Estamos todos muito abalados. É um sentimento de muita dor”, disse Vladimir Macedo, amigo da vítima, à TV Correio.

Luciano estava a caminho do trabalho quando foi atingido por caminhonete (Foto: Reprodução/TV Correio)

Os sobreviventes foram levados para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. Maurício e a mulher que o acompanhava foram os primeiros a ser liberados pela equipe médica. O músico recebeu voz de prisão ainda no hospital. Ele passou por audiência de custódia, que converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva. O Portal Correio não conseguiu contato com a defesa do suspeito.

Dos outros três feridos, apenas um segue internado no Hospital de Emergência e Trauma. Trata-se de um homem de 33 anos, que está em observação no setor de Ortopedia, em quadro clínico estável.

Por Portal Correio

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.