Catador é morto por PMs durante operação na Cidade de Deus, no Rio de Janeiro

 Segundo sobrinha, policiais confundiram pedaço de madeira que Dierson Silva segurava com fuzil e atiraram contra vítima

Um catador de reciclagem foi morto durante uma operação na Cidade de Deus, zona oeste do Rio, na manhã desta quinta-feira (5). A vítima foi identificada como Dierson Gomes da Silva, de 51 anos.

Segundo a sobrinha, o catador foi atingido no quintal da casa onde morava por policiais que teriam confundido um pedaço de madeira que estava na mão dele com um arma. Dierson morava sozinho e, de acordo com a parente, tinha transtornos mentais.

Após a morte, ela disse que os PMs não deixaram nenhum familiar chegar perto do corpo, mas depois liberaram uma pessoa para fazer o reconhecimento.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que o comando da corporação instaurou um procedimento para apurar as circunstâncias da ação que matou Dierson e que os policiais envolvidos serão identificados e as armas apresentadas à perícia.

A operação teve início nesta manhã com o objetivo de prender criminosos da região que praticam roubos, além de apreender armas e recuperar veículos roubados.

De acordo com a PM, agentes foram atacados a tiros em diversos pontos da comunidade e equipes do Bope (Batalhão de Operações Especiais) apreenderam um fuzil.

Ainda segundo policiais, uma equipe que passava pela localidade do Pantanal, onde Dierson morava, se deparou com um homem conduzindo algo parecido com um fuzil pendurado e efetuaram disparos. A Polícia Militar não informou se esse homem seria Dierson.

A Polícia Civil foi acionada e a área do crime preservada para realização da perícia.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.