Região da Grande João Pessoa, Lucena, Caaporã e Marcação registram maiores volumes de chuvas em 2022

 João Pessoa registrou o maior volume, seguido de Alhandra (2.324,6mm), Lucena (2.302,3mm), Conde (2.299,5mm), Cabedelo (2.241,3mm) e Caaporã (2.170,5mm).

A região metropolitana de João Pessoa, além de Lucena, Caaporã e Marcação foram os locais que registraram os maiores volumes de chuvas em 2022. Os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), conforme apurou o ClickPB.

João Pessoa chegou a registrar até 2.633,1 milímetros de chuvas (posto de medição DRAARA) e 2.328,9mm (posto CEDRES). Alhandra registrou 2.324,6mm, seguido de Lucena (2.302,3mm), Conde (2.299,5mm), Cabedelo (2.241,3mm), Caaporã (2.170,5mm), Cabedelo - posto da Emater (2.136,5mm), João Pessoa - Mares (2.133,8mm) e Marcação, com 2.129,7mm.

Os menores volumes de chuvas foram registrados em Casserengue/Sítio Salgado, com 380,7mm, além de Algodão de Jandaíra (412,1mm), Frei Martinho (414,0mm), Caraúbas (425,9mm), Boa Vista (442,2mm), Barra de Santa Rosa (465,5mm), Gurjão (452,3mm) e Picuí (452,5mm).



Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.