Operação Verão 2023 terá 1.900 policiais civis e militares para reforçar segurança na Paraíba

 O trabalho será lançado pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds) a partir das 6h, no Largo da Gameleira, bairro de Tambaú, em João Pessoa, contando com uma demonstração de salvamento aquático..

Tem início oficialmente, nesta quarta-feira (21), o verão 2023 em todo o Brasil. Na Paraíba, as ações para garantir maior tranquilidade na faixa litorânea, açudes e vias públicas serão intensificadas pela Operação Verão 2023, com um reforço diário de 1.900 policias civis, policiais militares e bombeiros militares, bem como agentes de trânsito, responsáveis pela Operação Lei Seca. O litoral também vai contar com patrulhamento realizado pelo Grupamento Tático Aéreo (GTA).

O trabalho será lançado pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds) a partir das 6h, no Largo da Gameleira, bairro de Tambaú, em João Pessoa, contando com uma demonstração de salvamento aquático..

O secretário de Estado da Segurança e Defesa Social, Jean Nunes, destacou a eficiência das ações integradas na área da segurança. “Essa forma de trabalho, conjunta e integrada, é uma realidade na Paraíba em diversos planos de ações desenvolvidas ao longo dos últimos quatro anos. Essas atividades resultaram na diminuição dos índices de criminalidade e na melhoria da percepção da segurança pública como espaço de construção diário, estratégico e inteligente”, explicou.

POLÍCIA MILITAR - A Polícia Militar terá nas ruas mais de mil homens e mulheres por dia, atuando com quase 500 viaturas, em aproximadamente 107 cidades. As ações seguem orientações dos setores de Inteligência e Estatística da corporação, mapeando e ocupando áreas estratégicas para combate aos crimes patrimoniais e contra a vida.

Na região metropolitana da capital, o Batalhão Especializado em Policiamento Turístico (BEPTur) reforçará as ações de segurança pública com rondas, blitzen, abordagens e ações preventivas em toda a orla de João Pessoa, Lucena e em pontos de interesses turísticos. O esquema de segurança prevê o uso dos Veículos Individuais de Policiamento (VIP) e quadriciclos, que permitem mais rapidez e agilidade no atendimento em ocorrências com terrenos diversos.

O apoio de policiamento especializado como Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPTran), Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb), e os Regimentos de Polícia Montada (RPMont) e de Operações Tática com Apoio de Motocicletas (Rotam), entre outros, também integrarão as ações que visam proteger a Paraíba em um dos períodos mais visitados do ano por turistas.

CORPO DE BOMBEIROS - O Corpo de Bombeiros Militar contará com 300 guarda-vidas atuando da faixa de Barra de Camaratuba a Acaú – limites com os estados do Rio Grande do Norte e Pernambuco, respectivamente. Os bombeiros militares trabalharão no serviço de praia, auxiliados por embarcações, lanchas, botes infláveis de salvamento e jet-skis.  Dentro do efetivo empenhado estão também mergulhadores que são preparados para atuar na busca e resgate de vítimas em ambientes subaquáticos.

Serão utilizadas mais de 50 viaturas tais como motos aquáticas com reboques rodoviários, desencarceradores, conjuntos de estabilização, 35 postos de guarda-vidas, veículos operacionais e conjuntos de combate a incêndios, atuando também no interior do estado, em mananciais, como rios, açudes e lagos. Os bombeiros também atuarão nos atendimentos pré-hospitalares.

POLÍCIA CIVIL - A Polícia Civil também vai reforçar seu efetivo durante a Operação Verão, com 550 homens e mulheres por dia. A Delegacia Móvel estará presente nas localidades de eventos e um trabalho preventivo será realizado pela Coordenação das Delegacias de Atendimento a Mulher (Coordeam), com o objetivo de reduzir os casos de violência doméstica. Em João Pessoa, a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur), no Centro Turístico de Tambaú, funcionará em regime de plantão para registro de Boletins de Ocorrência e haverá reforço na 10ª Delegacia Distrital, no bairro de Tambaú, e na 12ª Delegacia Distrital, em Manaíra. No interior do Estado, os polos de plantão permanecem realizando procedimentos e atendimento ao público. Delegacias especializadas como a de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos), Crimes contra a Pessoa (Homicídios), e Entorpecentes ainda atuarão de maneira diferenciada.

GRUPAMENTO TÁTICO AÉREO - Um reforço importante durante a Operação Verão 2023 é o trabalho executado pelo Grupamento Tático Aéreo (GTA), da Sesds, com o uso da aeronave Acauã.

Até o final da Operação Verão 2023, o GTA estará a postos para um rápido atendimento das ocorrências, tanto de resgaste quanto de natureza policial. A atuação tem como objetivo dar mais agilidade aos atendimentos realizados nas regiões litorâneas do estado e as rodovias que cortam a Paraíba.

As ações de socorro abrangem patrulhamento preventivo na orla, resgate por intoxicação a monóxido de carbono, afogamentos, acidentes automobilísticos e transportes inter-hospitalares. As ações policiais envolvem apoio, cerco policial, patrulhamento, e roubos de veículos.

DETRAN - O Departamento Estadual de Trânsito (Detran), por meio da Coordenação de Policiamento e Fiscalização de Trânsito, intensificará as ações da Operação Lei Seca durante a Operação Verão 2023, com o objetivo de coibir os abusos praticados por condutores que desobedecerem as leis de trânsito, principalmente com infrações relacionadas à embriaguez ao volante, e a utilização de etilômetros.

Para isso, o Detran contará com um efetivo de 50 agentes de trânsito e uso de equipamentos específicos, como talonários eletrônicos com impressoras, 12 etilômetros (bafômetros) e cones sinalizadores com implantação de redutores móveis para contenção de velocidade. Serão utilizadas sete viaturas operacionais, com previsão de dobrar esse número a partir do mês de janeiro.

As ações da Lei Seca vão acontecer também em conjunto com os demais órgãos de segurança do Estado e dos municípios, adotando pontos de abordagem em locais próximos às áreas de eventos, nos principais corredores de tráfego de veículos, no sentido de agir preventivamente e também repressivamente nos casos de flagrante.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.