Final de basquete em cadeira de rodas marca encerramento dos Jogos Paralímpicos da Paraíba

 O evento contou com 400 pessoas envolvidas, entre atletas, técnicos, além de árbitros.

A final do basquete em cadeira de rodas marcou o encerramento dos Jogos Paralímpicos da Paraíba 2022, nesse domingo (11), em Joao Pessoa. A partida ocorreu no ginásio do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), no bairro de Jaguaribe. A Associação D´Eficiência Superando Limites (Adesul), venceu, por 57 a 40, a Associação de Basquete de Deficiente Físico (ABDF) de Pernambuco e sagrou-se campeã da modalidade dos Jogos, que foram organizados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

O evento contou com 400 pessoas envolvidas, entre atletas, técnicos, além de árbitros. As competições de natação e atletismo ocorreram na Vila Olímpica Parahyba e o ginásio da Funad recebeu a bocha. “Não tenham dúvida que todos os participantes saíram satisfeitos após esse retorno dos Jogos Paralímpicos aqui da Paraíba, que há dois anos estavam sem ser realizados e, por isso, é necessário parabenizar o Governo do Estado, que vem investindo bastante no segmento do paradesporto”, destacou o coordenador Romero Souza.

O secretário titular da Sejel, Zezinho Botafogo, ressaltou que o ano de 2022 foi coroado de conquistas para os paratletas paraibanos. “Este ano podemos dizer que, sem dúvida, foi de muitas conquistas para o esporte paralímpico da Paraíba a começar pela seletiva Norte e Nordeste em Natal, onde nossa delegação ficou atrás apenas do Pará em números de medalhas. E ainda com o apoio do Governo, foram 69 medalhas nas Paralimpíadas Escolares, em São Paulo, mas agora, estamos com o sentimento de dever cumprido com esses Jogos Paralimpicos, durante esses três dias”, frisou.

“Toda a equipe da Sejel empenhou-se ao máximo para oferecer toda estrutura necessária durante esse evento, onde os participantes tiveram hospedagem e alimentação na Vila Olímpica, que recebeu uma logística específica. De parabéns a todos os que estiveram envolvidos e, assim, o paradesporto paraibano só tende a avançar cada vez mais”, concluiu.


Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.