Cabo Gilberto evoca artigo da Constituição para impedir Lula de tomar posse dia 1º: "nos garante isso"

 Ao ser questionado sobre as possibilidades desse cenário, o parlamentar disse acreditar em alguma iniciativa ao evocar o artigo 142 da Constituição.

O deputado federal eleito, Cabo Gilberto Silva (PL), disse, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta segunda-feira (26) que tem esperança na mudança do cenário político e impedimento da posse de Luiz Inácio Lula da Silva, no próximo dia 1º de janeiro, em Brasília. 

Ao ser questionado sobre as possibilidades desse cenário, o parlamentar disse acreditar em alguma iniciativa ao evocar o artigo 142 da Constituição. "Espero que ele não tome posse. Nossa Constituição nos garante esse direito. Lá está bem claro. Cabe as forças armadas garantia da lei e da ordem. Vou continuar acreditando nisso enquanto nossa constituição estiver vigente", declarou. 

Esse artigo da Carta Magna é recorrente e sempre defendido por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que ficaram descontentes com a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na eleição de 2022.

Cabo Gilberto lembra ainda que não aceita o petista presidindo o país. "Isso é uma aberração, um presidiário que foi solto ilegalmente. Uma vergonha internacional, tirar um presidiário da cadeia para participar de uma eleição", reafirmou.

Ele ainda colocou em dúvida a democracia brasileira ao dizer que Congresso não tem mais importância. “Hoje o que existe é um poder só que é o STF. Eles metem a caneta e está decidido. Não tem mais importância o Congresso, nem muito menos o poder legislativo", disse. 

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.