Após suspensão de carro-pipa, estado de calamidade pública é decretado em Alagoinha devido à seca

 De acordo com o decreto, a decisão se deve a grave crise hídrica pela qual a cidade passa e que comprometeu seriamente as finanças públicas locais e a vida da população.

Sem água há meses devido a suspensão dos serviços de carros pipas na Paraíba, a Prefeitura de Alagoinha teve o pedido de calamidade pública atendido pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). O presidente da Casa, Adriano Galdino, assinou o decreto legislativo concedendo 180 dias de calamidade pública  ao município. 

De acordo com o decreto, a decisão se deve a grave crise hídrica pela qual a cidade passa e que comprometeu seriamente as finanças públicas locais e a vida da população.

A paralisação do serviço de carro-pipa, que leva água potável às famílias há 20 anos em todo o Nordeste prejudicou cerca de 1,6 milhão de pessoas no semiárido. A operação Carro-Pipa, do governo federal, teve os recursos cortados neste mês, dessa forma, os veículos pararam de  fornecer água  aos moradores do interior no Nordeste. 

Confira a decisão a seguir:


Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.