Homem que arrastou cachorro amarrado em moto em São José da Mata é identificado e entidades cobram ação da Polícia

 A Polícia Militar foi a casa do suspeito, mas não localizou o animal. Uma ONG divulgou nas redes sociais que conseguiu resgatar a cadela em uma terreno baldio.

Cenas de extrema crueldade com um animal foram divulgadas nas redes sociais neste final de semana. No distrito de São José da Mata, em Campina Grande, câmeras de segurança flagraram momento em que um homem conduzia uma moto e arrastava uma cadela, amarrado ao veículo por uma corda. O homem já foi identificado pela Polícia Militar e é conhecido na cidade como Assis.

A Polícia Militar foi a casa do suspeito, mas não localizou o animal. Uma ONG divulgou nas redes sociais que conseguiu resgatar a cadela em uma terreno baldio. 

A OAB e o Centro de Zoonoses estão cobrando uma ação da Polícia civil para que o homem responda pelo crime.

O advogado Jairo do Nascimento Silva, presidente da Comissão de Direitos Humanos (CODAN) da OAB, em Campina Grande, cobrou uma ação da Polícia Civil para que o responsável seja punido. "Temos o código de bem-estar animal. Essa lei é bastante endurecida e tem uma punibilidade de 2 a 5 anos e é aumentada em um terço, caso animal venha a morrer", explicou.

A lei 14.064/2020 aumentou a pena para quem maltratar cães e gatos. Quem comete esse crime além de reclusão, paga multa e é proibido de ter a guarda do animal. 

O primeiro a denunciar foi o vereador campinense Olimpio Oliveira. O vídeo divulgado pelo parlamentar logo viralizou e tem sido compartilhado a fim de identificar o agressor.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.