Pólio: Pará investiga caso de paralisia em criança de 3 anos

 Secretária da Saúde do Pará afirma que outras hipóteses diagnósticas não foram descartadas e que o caso segue em investigação.

A Secretária de Estado da Saúde do Pará (Sespa) investiga um caso suspeito de poliomielite em uma criança de três anos. Segundo informações do documento de Comunicação de Risco emitido pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde — CIEVS/SESPA, uma criança de três anos com paralisia testou positivo para poliovírus (SABIN LIKE 3), através da metodologia de isolamento viral em fezes.

Apesar do resultado, o documento afirma que "outras hipóteses diagnósticas não foram descartadas, como Síndrome de Guillain Barré, portanto o caso segue em investigação conforme o que é preconizado no Guia de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde".

O caso suspeito foi relatado em um menino de três anos, morador do residente do município de Santo Antônio do Tauá, no interior do estado. Os primeiros sintomas, incluindo febre, dores musculares, mialgia e paralisia flácida aguda (PFA) surgiram no dia 21 de agosto. Algumas semanas depois, ele perdeu a força nos membros inferiores, sem conseguir se manter em pé.

A coleta de fezes foi realizada no dia 16 de setembro e encaminhada ao Laboratório de Referência do Instituto Evandro Chagas. O laudo, com o resultado positivo para Sabin Like 3 foi emitido na última terça-feira (4).

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.