PF faz operação, e STJ afasta governador de Alagoas apoiado por Lula no 2º turno

 O emedebista virou governador em maio, para um mandato tampão, após Renan Filho (MDB) deixar o cargo para disputar uma vaga ao Senado.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O STJ (Superior Tribunal de Justiça) afastou Paulo Dantas (MDB) do cargo de governador de Alagoas. Ele é um dos alvos de uma operação da Polícia Federal deflagrada nesta terça-feira (11).

A determinação judicial atendeu a um pedido da PF.

Os fatos apurados são da época que Dantas era deputado estadual. A suspeita é da prática de uso de funcionários fantasmas em seu gabinete.

O emedebista virou governador em maio, para um mandato tampão, após Renan Filho (MDB) deixar o cargo para disputar uma vaga ao Senado. A ministra do caso é Laurita Vaz. O afastamento do político tem prazo de 180 dias.

Dantas está no segundo turno da eleição para governador de Alagoas. Ele recebeu 46,64% dos votos válidos, enquanto seu adversário, Rodrigo Cunha (União), teve 26,74%.

O emedebista é apoiado apoiado pelo ex-presidente Lula e pela família de Renan Calheiros.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.