Homem é suspeito de roubar arma de policial e matar ex na frente da filha

 Segundo a Polícia Civil, o suspeito convidou o amigo policial para casa dele, o trancou em um quarto e fugiu com a arma do homem, indo até a casa da ex-esposa, Sandra Nunes.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Um empresário foi preso por suspeita de roubar a arma de um amigo que é policial penal para matar a ex-esposa na frente da filha do casal, de seis anos.

O caso foi registrado na madrugada de hoje em Itaguari (GO). Segundo a Polícia Civil, o suspeito, identificado como Juliano José Rodrigues Martins, convidou o amigo policial para casa dele, o trancou em um quarto e fugiu com a arma do homem, indo até a casa da ex-esposa, Sandra Nunes.

A mulher estava dormindo com a filha de seis anos, mas se assustou com a presença de um estranho na casa e levantou da cama. Nesse momento, segundo o boletim de ocorrência, o suspeito disparou contra a vítima, que morreu na hora.

"Depois disso, ele se apresentou à Polícia Militar, que o levou até a Polícia Civil. Na delegacia, foi dada voz de prisão a ele", explicou à reportagem o delegado responsável pelo caso, Kahlil Souto.

À polícia, o suspeito disse que cometeu o crime porque terminou o casamento de 14 anos há poucos meses e "desconfiava que era traído".

A filha do casal, que testemunhou a ação, não se feriu e está com familiares.

"Ele foi autuado por feminicídio qualificado, por ter cometido [o crime] na presença de descendente da vítima, e também por cárcere privado, já que trancou o policial e levou a arma dele", explicou o delegado.

A reportagem entrou em contato com a defesa do empresário. O advogado afirmou que está terminando de juntar documentações sobre o caso para se pronunciar sobre o assunto. A matéria será atualizada assim que o posicionamento for enviado.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.