Vocalista de banda é espancada antes de show em Pernambuco; 'Ele é PM e estava bêbado', diz vítima

 Caso ocorreu na madrugada da quarta (7). Agressores reclamaram do local onde carro da banda foi estacionado.

A cantora Soraya Oliveira, de 23 anos, uma das vocalistas da Banda Sedutora, foi espancada por um homem e a companheira dele, na madrugada da quarta (7), pouco antes de um show de brega em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco. A agressão foi filmada por testemunhas e por uma câmera de segurança do bar onde a apresentação aconteceria.

De acordo com Soraya Oliveira, o agressor é um policial militar chamado Albenir. Ele estaria embriagado. A confusão começou quando a banda chegou ao local para se apresentar e estacionou o veículo atrás do carro dos agressores.

Os músicos e produtores saíram do veículo para levar instrumentos e equipamentos para o palco e duas cantoras, Soraya Oliveira e Bruna Leão, ficaram no carro.

"Ele bateu no vidro pedindo para a gente tirar o carro. Eu pedi que esperassem e disse que os músicos estavam vindo. A gente já estava de bota, com microfone na mão. Ele começou a urinar do lado da janela do carro. Levantei e pedi que ele parasse, porque uma mulher estava ali", afirmou a cantora.

Depois de entrar no carro, a companheira do agressor foi até o veículo em que estavam as cantoras. As imagens a mostram perto da porta e, depois, agredindo Soraya Oliveira.

"Ela abriu a porta e eu me levantei. Ela pegou no meu rosto e começou a me bater. Ele veio por trás e começou a me dar vários socos no rosto. Eu estava deitada no chão", contou.

Rosto machucado da cantora Soraya Oliveira, vocalista da Banda Sedutora — Foto: Reprodução/WhatsApp

Soraya contou que a agressora chegou a morder um dos seios dela. Disse, ainda, que está com o corpo repleto de hematomas e arranhões.

As imagens também mostram o suposto policial militar dando ao menos sete socos na mulher, que está caída. Outro vídeo mostra o carro da banda com os vidros quebrados e amassado pelos agressores.

"Eu me levantei e ele me bateu novamente. Eu tentei entrar no carro, ele me bateu novamente. Quando saímos, ele ainda bateu no nosso carro de ré e, quando a gente estacionou em outro local, ele e a esposa quebraram todo o nosso carro. Foi aí que eu corri e me escondi dentro do bar", declarou Soraya Oliveira.

Depois da agressão, a banda foi para a Delegacia de Vitória de Santo Antão para prestar queixa. O boletim de ocorrência foi registrado às 4h44 de quarta, como lesão corporal e dano/depredação.

"Na delegacia, me orientaram a ir até a corregedoria tomar as medidas cabíveis, já que ele é PM, para que não fique impune. Ele me ameaçou de morte, me xingou disse palavras de baixo calão para a outra cantora. Estou sentindo muitas dores e com o psicológico totalmente abalado", afirmou a vítima.

Por nota, a Polícia Civil confirmou que registrou o caso como lesão corporal e dano/depredação e que a identidade do autor é desconhecida. A corporação informou, no comunicado, que "as investigações foram iniciadas e seguem até a elucidação do caso".

O g1 também entrou em contato com a Polícia Militar, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.

Carro com vidro quebrado após agressão a cantora da Banda Sedutora — Foto: Reprodução/WhatsApp

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.