Presidente do Coren-PB diz que enfermagem espera reconsideração sobre piso salarial e que categoria fará manifestações

 Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta segunda-feira (5), ela informou que a enfermagem vai realizar manifestações nesta semana para defender o piso dos profissionais.

A presidente do Coren-PB, enfermeira doutora Rayra Maxiana Santos Beserra de Araújo, disse que a enfermagem recebeu com surpresa e indignação a suspensão do piso nacional da categoria. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta segunda-feira (5), ela informou que a enfermagem vai realizar manifestações nesta semana para defender o piso dos profissionais.

"Recebemos de maneira indignada. Estávamos esperando uma manifestação positiva tendo em vista todas as manifestações que ele [ministro Luís Roberto Barroso] solicitou para subsidiar sua decisão. Foi uma surpresa muito negativa que recebemos em pleno domingo, reunidos com nossas famílias. Isso causou injustiça e indignação. Estamos há mais de 20 anos lutando por isso", declarou a presidente do Coren-PB, enfermeira doutora Rayra Maxiana, ao Arapuan Verdade, conforme apurou o ClickPB.

A presidente lembrou que foi a enfermagem que "vacinou toda a população do mundo porque quem vacina é a enfermagem e foi esse o pagamento que recebemos do Supremo Tribunal Federal (STF). Foi uma notícia muito ruim."

Ainda segundo Rayra Maxiana, "vamos reivindicar, com muito respeito, que ele reconsidere essa decisão. Estamos solicitando apoio novamente de todos os parlamentares e buscar fontes de custeio para que subsidiem essa decisão."

Ela também destacou que a "rede pública e privada já pagaram o piso da enfermagem. A gente sabe que tem fonte de custeio".

A presidente do Coren-PB falou que haverá manifestação na sexta-feira (9). "Lutaremos até o fim para garantir o nosso direito. Estaremos em mobilização no próximo dia 9 [de setembro], com toda a enfermagem na rua, pedindo a reconsideração dessa manifestação do ministro Barroso."

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.