Polícia Civil poderá utilizar com autorização da Justiça armas e equipamentos eletrônicos apreendidos em operação da DRFVC

 A decisão permite o uso imediato de uma carabina Taurus CTT .40, e três carregadores, arma retirada das mãos de assaltantes de banco (Novo Cangaço) presos em outubro de 2021.

A Polícia Civil da Paraíba, através de representação da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas – DRFVC – em João Pessoa adquiriu o direito de utilizar armas de fogo de grosso calibre e equipamentos eletrônicos apreendidos em operações realizadas por aquela Delegacia Especializadas.

Segundo o delegado Carlos Othon, a decisão permite o uso imediato de uma carabina Taurus CTT .40, e três carregadores, arma retirada das mãos de assaltantes de banco (Novo Cangaço) presos em outubro de 2021. 

"A 1ª Vara da Comarca de Santa Rita e 2ª Vara Regional de Mangaberia, em João Pessoa,  deferiram representações da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas – DRFVC, no sentido de autorizar ao uso cautelar de equipamentos eletrônicos de alto custo e arma de fogo apreendidas por esta Especializada durante operações de combate ao Crime Organziado", informou Carlos Othon.

A segunda decisão autoriza, da mesma forma, o uso imediato de duas impressoras e um notebook, apreendidas com integrantes de uma Organização Criminosa (ORCRIM) oriunda do estado do Acre. Os equipamentos eram usados para falsificação de documentos e golpes na internet.

Os bens que antes serviam ao Crime Organizado, agora serão empregados pela Polícia em defesa da sociedade. Os processos seguem seus trâmites onde se espera a decretação da perda definitiva dos bens em nome da Polícia Civil. 

"A DRFVC segue defendendo a descapitalização das ORCRIMs e aquisição de bens em nome da Polícia Civil, conforme preceitua art. 133-A do CPP", concluiu o delegado.




Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.