Modelo e influencer atropela e mata motociclista em saída de bar no Paraná

 De acordo com a Polícia Militar Jheykson Medeiros, 36, foi atingido de frente por um veículo na contramão conduzido pela modelo, influenciadora e empresária Cássia Vialli, 29.

UOL-FOLHAPRESS — Um motociclista em horário de trabalho foi atropelado e morto no trânsito em Curitiba na madrugada desta segunda-feira (5). De acordo com a Polícia Militar Jheykson Medeiros, 36, foi atingido de frente por um veículo na contramão conduzido pela modelo, influenciadora e empresária Cássia Vialli, 29.

O acidente aconteceu no bairro Boqueirão. Segundo testemunhas, Cássia dirigia uma caminhonete quando teria perdido o controle da direção, invadido a pista contrária e atingido o motociclista que seguia do outro lado da via. Após a colisão, a jovem fugiu do local com auxílio de uma pessoa ainda não identificada, abandonando o automóvel na via. A vítima morreu ainda no local.

"Ela tirou a vida do meu filho. Com 36 anos, ele deixou um filho de sete anos e a esposa. Deixou um pai arrasado, com o coração sangrando. Deixou mãe e três irmãos. Ela saiu na contramão, podre de bêbada, e matou o meu filho", disse Almir Medeiros, pai da vítima.

De acordo com testemunhas ouvidas pela polícia, a modelo estaria ingerindo bebidas alcoólicas em um bar que fica na mesma região do acidente. Nas redes sociais, ela chegou a postar fotos de drinks, mas, minutos após o acidente, os perfis mantidos por ela, com mais de 40 mil seguidores, foram desativados temporariamente.

Cássia se apresentou à Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) acompanhada do advogado e também do marido. Visivelmente abalada com a situação, ela preferiu não falar com a imprensa e se manteve em silêncio durante interrogatório.

"Ela permaneceu no seu direito constitucional de ficar em silêncio. O inquérito policial já foi instaurado e já fizemos algumas diligências. Testemunha ocular já foi ouvida e tivemos acesso também a uma comanda que possivelmente seria dela em que houve consumo de três caipirinhas de vinho", informou o delegado Edgar Santana a Splash.

ARREPENDIDA

A defesa de Cássia Vialli disse que ela se arrepende de tudo o que fez, mas não respondeu a razão de ela ter saído do local ou o nome de quem ofereceu ajuda na fuga. 

Questionado sobre se sua cliente ter bebido antes do acidente, o advogado Igor Ogar alegou falta de provas.

"Não existe nenhum elemento de prova no processo que ela ingeriu bebida alcoólica. Ela não se furta da responsabilidade e nem das consequências de ter saído do local. Ela reconhece que estava errada naquele momento. Ela quer ajudar essa família enlutada para que eles possam minimizar um pouco dessa dor", afirmou.

Horas depois de sair da delegacia, a modelo reativou a conta nas redes sociais e publicou um vídeo de pedido de desculpas direcionado aos familiares do motociclista de 36 anos.

QUEM É A MODELO?

Além de modelo e influenciadora, Cássia Vialli é empresária. A jovem é sócia de um haras e de lojas de moda feminina na capital paranaense.

Ela costuma posar em viaturas da Polícia Militar do Paraná e aparecia nas redes fotos em viaturas, próxima à cavalaria, no helicóptero e até dentro dos quartéis da PM. As imagens surgiram em perfis de amigas dela nas redes sociais.

Em uma revista local, a modelo disse que estava casada há quase 15 anos com um empresário curitibano. Ela tem um filho de 14 anos e uma menina de nove. Diz que é apaixonada por musculação, mas não nega que já passou por cirurgias plásticas e outros procedimentos estéticos.

Antes do acidente, Cássia compartilhou que cursava design de interiores. Horas depois, a biografia foi apagada e agora há apenas a indicação "modelo" e uma foto de exibição indicando luto.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.