Mesmo com La Niña, Paraíba não deve ter grandes variações climáticas na primavera, mas temperatura pode atingir 36°

 O fenômeno La Niña é o resfriamento das águas do oceano pacífico tropical por vários meses

Mesmo que oficialmente a chegada da Primavera no Hemisfério Sul seja no dia de hoje (22) já é possível perceber algumas mudanças no clima nos últimos dias. A estação, que marca a transição do inverno para o verão, durará até às 18h48 do dia 21 de dezembro e pelo terceiro ano consecutivo, a primavera terá a atuação do fenômeno climático La Niña. 

O fenômeno La Niña é o resfriamento das águas do oceano pacífico tropical por vários meses e influencia nas chuvas em várias regiões do Brasil, potencializando o excesso de chuvas nas regiões Norte e Nordeste e aumentando o risco de seca ou de chuvas irregulares na Região Sul.

A meteorologista Marle Bandeira, da Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA), explicou que no Hemisfério Sul, a estação da primavera terá início hoje às 22h04 e que o estado da Paraíba, por estar localizado próximo à Linha do Equador, não sofrerá variações climáticas muito acentuadas durante a transição de uma estação para outra. 

"Durante a primavera, os dias começam a ficar mais longos e as noites mais curtas. Neste período, a temperatura do ar começa a entrar em gradativa elevação até a chegada da estação do verão", detalhou. 

A meteorologista  revelou também que os paraibanos terão temperaturas variando de mínimas de 19ºC no Cariri a máximas de 36ºC no Sertão. "No nosso Estado, o período da primavera coincide com o período de estiagem, na qual as chuvas são bastante reduzidas".

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.