Investigação indica que um dos arquivos de pornografia infantil encontrados com José Dumont pode ter sido feito com telefone do ator

 A suspeita é que a câmera do celular gravou imagens contidas em um dos vídeos ao qual a investigação teve acesso.

Um relatório técnico elaborado por equipe da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), do Rio de Janeiro, indica que pelo menos um dos 240 materiais de pornografia infantil encontrados em objetos pessoais de José Dumont pode ter sido produzido por um telefone do ator paraibano. A informação foi divulgada pelo jornal Extra, conforme apurou o ClickPB. 

A suspeita é que a câmera do celular gravou imagens contidas em um dos vídeos ao qual a investigação teve acesso. Esta informação também consta no despacho do juízo, que transformou em prisão preventiva a então prisão em flagrante de Dumont, na última sexta (17). 

A prisão ocorreu após mandado de busca e apreensão na residência do ator, na zona sul da capital carioca. 

Na casa de José foram encontrados 240 arquivos, entre imagens e vídeos com pornografia infantil. Também foi encontrado na mesma operação um comprovante de depósito bancário para uma vítima de abuso sexual, cometido pelo ator (segundo a acusação), investigação que motivou a operação de busca e apreensão. 

O relatório técnico do caso é produzido por policiais do Núcleo de Combate ao Uso e à Exploração Sexual Infantil, vinculada a DCAV. 

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.