Gaeco deflagra operação na cidade de Itaporanga em Fórum e endereços de juiz e advogados

 Apesar da movimentação intensa na cidade, não há informações mais aprofundadas sobre o assunto porque a operação está sob sigilo.

Uma Operação do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) foi deflagrada nesta quinta-feira (1º) na cidade de Itaporanga, Sertão do Estado, e cumpriu mandados em endereços ligados a um juiz e advogados. O Fórum Juiz João Espínola Neto também foi alvo de mandados de busca e apreensão, segundo apurou o ClickPB.

Apesar da movimentação intensa na cidade, não há informações mais aprofundadas sobre o assunto porque a operação está sob sigilo. O ClickPB tentou contato com o Gaeco, mas nenhuma informação pode ser confirmada devido ao sigilo imposto na operação.

Nas redes sociais as pessoas da cidade compartilharam vídeos e fotos com a ação do Gaeco. O ClickPB teve acesso a alguns dos vídeos (veja no fim da matéria) que circulam em grupos de WhatsApp da cidade de Itaporanga, registrando a chegada de agentes do Gaeco no Fórum e em endereços ligados a advogados, além de um escritório de advocacia.

Até o momento não há confirmação sobre o crime investigado pelo Gaeco e quais os alvos dos mandados de busca e apreensão. Os mandados foram autorizados pelo Tribunal de Justiça da Paraíba.

A Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB) confirmou que a investigação tem como alvo um magistrado. Nem o juiz nem os advogados que seriam alvos da operação ainda não foram identificados.

Em breve, mais informações...

Confira alguns flagrantes do momento da operação compartilhados em grupos do WhatsApp de Itaporanga:


Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.