Cliente passa mais de 1h morto em bar enquanto donos acham que ele dormia

 Segundo a Polícia Civil, eles acharam que o cliente tinha apenas dormido, versão confirmada por testemunhas.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) — O corpo de um homem ficou caído por mais de uma hora no chão de um bar em Itaquiraí (MS), porque os donos do estabelecimento não notaram que ele havia morrido. Segundo a Polícia Civil, eles acharam que o cliente tinha apenas dormido, versão confirmada por testemunhas.

Os proprietários do comércio afirmaram que a vítima, Luciano Balbino da Silva, era frequentador fiel e tinha costume de beber em excesso. Um de seus hábitos era o de deitar e dormir em frente ao bar, após as noites de festa. Na terça-feira (27), após chegar ao local já bêbado, o homem sentou em uma cadeira, caindo do assento após alguns minutos.

Levando em conta os hábitos do cliente, os funcionários do bar não se preocuparam com a situação até o momento de fechar as portas.

Enquanto recolhia as mesas e cadeiras, a dona do comércio percebeu que Luciano estava imóvel e que próximo ao seu nariz havia um pouco de sangue.

Ela acionou a Polícia Militar e uma ambulância, mas não houve tempo de salvá-lo: o homem foi declarado morto ainda no local.

A versão da mulher foi confirmada por outra testemunha que estava no estabelecimento no momento do incidente.

Segundo nota da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul à reportagem, um perito esteve no comércio para realização de um laudo indireto e o corpo do cliente foi enviado para o IML (Instituto Médico Legal) de Naviraí, para investigação da causa da morte. No bar, não havia nenhum indício de morte violenta.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.