Opera Paraíba começa a ofertar cirurgia para endometriose profunda no Hospital de Clínicas

 Para se cadastrar no programa o usuário precisa ter um encaminhamento médico e entrar em contato com a Secretaria de Saúde do seu município.

O programa Opera Paraíba passou a ofertar cirurgia de histerectomia para endometriose profunda. O primeiro procedimento, realizado pelo SUS na rede hospitalar do estado, aconteceu no fim da tarde de sexta-feira (19), no Hospital de Clínicas, em Campina Grande.

Para se cadastrar no programa o usuário precisa ter um encaminhamento médico e entrar em contato com a Secretaria de Saúde do seu município, ou por meio do endereço eletrônico operaparaiba.pb.gov.br

A primeira cirurgia de histerectomia para endometriose profunda foi comandada pelas equipes de ginecologia e cirurgia digestiva e feita por meio de videolaparoscopia. A paciente, de 45 anos, apresentava quadro de dor pélvica crônica e sangramento uterino anormal. Após o diagnóstico de adenomiose e endometrioma com múltiplas aderências, foi feito o encaminhamento para a cirurgia.

A especialidade se soma a outros tipos de cirurgias eletivas já realizadas pelo Opera Paraíba em todo o estado. Desde o início, em 2019, o programa realizou mais de 26 mil cirurgias na Paraíba. Só em 2022 já foram feitos aproximadamente 12 mil procedimentos, sendo quase 5 mil de catarata. As intervenções ocorrem em 22 hospitais da rede distribuídos por todas as regiões paraibanas.

Esse ano o programa também ganhou o reforço do Hospital de Trauma de João Pessoa, que atualmente realiza cirurgias em cinco especialidades, cirurgia ortopédica, neurocirurgia, cirurgia geral, cirurgia oftalmológica e cirurgia bucomaxilofacial. E a unidade já se prepara para a realização de cirurgias plásticas reparadoras.

O secretário executivo de Saúde do estado, Jhony Bezerra, destaca que, além da ampliação na capital, o Opera Paraíba tem expandido constantemente o número de especialidades oferecidas. “Além das cirurgias gerais, da otorrinolaringologia, cirurgias de catarata e ortopédicas de alta complexidade, agora o programa também oferece cirurgias vasculares, cirurgia do pé torto congênito, de proctologia, cirurgias bariátricas entre outras especialidades, que a população pode ter acesso por meio do Opera”, reforçou.

Outro avanço do programa foi aproximar os serviços de saúde da população com as ações nos bairros. Em Campina Grande, já foram nove localidades assistidas e mais de 20 mil atendimentos realizados, entre consultas médicas, exames e agendamento de cirurgias. Em João Pessoa, a caravana da saúde nos bairros teve a pareceria do Opera João Pessoa e já fez mais de 13 mil atendimentos em quatro bairros.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.