Homem que matou motorista com tiro nas costas após batida de carro tem registro de atirador, caçador e colecionador de armas

 Vítima bateu em um carro estacionado e foi baleada pelo dono do veículo atingido em Mogi Guaçu. O suspeito foi preso em flagrante.

O homem preso após matar um motorista com um tiro nas costas neste domingo (7) em Mogi Guaçu (SP) tem registro de atirador, caçador e colecionador de armas, segundo informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP) nesta segunda-feira (8). Ele tem 30 anos, é empresário e entregou à Polícia Civil as três armas que possui.

O crime ocorreu após a vítima, de 34 anos, bater no carro do suspeito, que estava estacionado, e tentar fugir do local, no bairro Jardim Novo II. O motorista baleado ainda colidiu contra um poste. Era 5h30 da manhã.

A Polícia Civil disse ao g1 que o projétil atravessou a lataria do carro, o banco do motorista e atingiu a vítima nas costas.

Segundo o boletim de ocorrência, registrado como homicídio no Plantão da Delegacia Seccional da cidade, o suspeito confessou ter atirado contra o motorista e foi preso em flagrante. Ele passou por audiência de custódia nesta segunda-feira e vai responder em liberdade. Não há informações sobre pagamento de fiança.

"Confessou ter atirado na direção do poste em que a vítima bateu com o carro e entregou aos policiais as três armas que possuía com o registro como CAC (Caçador, Atirador e Colecionador)."

Foram solicitados exames periciais ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML). "Diligências estão em andamento para a completa elucidação dos fatos", disse a Polícia Civil.

Vítima deixou 3 filhos

Segundo a Polícia Militar, o suspeito ouviu o barulho da batida e fez o disparo quando percebeu a tentativa de fuga. O serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas o motorista não resistiu aos ferimentos.

A vítima foi identificada como Lindomar Benedito da Silva. Ele foi velado neste domingo em São João da Boa Vista e o enterro está previsto para ocorrer na manhã desta segunda. Ele era casado e deixou três filhos, um deles de apenas 3 anos.

O carro que Lindomar dirigia bateu com violência contra o poste e ficou destruído. Ele tinha atingido o veículo do empresário na traseira, na Rua Antônio Luiz Filho, que estava estacionado em frente a uma residência, que possui câmeras de segurança.

A Polícia Civil ainda não informou se já está com as imagens para auxiliar na investigação.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.