RÁDIO INFORMATIVO EM FOCO

Paraíba tem mil doses de Coronavac para iniciar imunização entre 3 e 4 anos de idade; Meta é alcançar 114 mil crianças vacinadas contra covid-19

 Paraíba começa a aplicar vacina em crianças entre 3 e 4 anos.

A Paraíba começa a vacinar crianças entre 3 e 4 anos contra a covid-19. O Estado dispõe de mil doses de Coronavac na rede e o público é de 114 mil crianças entre 3 e 4 anos. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), os municípios que tiverem em estoque os imunizantes já podem iniciar a aplicação da vacina nos próximos dias. 

A Paraíba segue a nota técnica do Ministério da Saúde e recomenda a vacinação desse público de maneira gradual, se os municípios tiverem o imunizante em estoque para a primeira e a segunda dose no intervalo de 28 dias.

Para a operacionalização da imunização, a SES recomenda que o imunizante seja destinado, inicialmente, somente para crianças entre 3 e 4 anos de idade e que a vacinação ocorra de forma gradual para todas as crianças imunocomprometidas, seguindo as faixas etárias de 4 e depois 3 anos de idade. 

Neste momento, as crianças a partir de 5 anos de idade deverão ser vacinadas com a vacina Pfizer, nos esquemas já recomendados. 

A decisão veio após o parecer favorável da Anvisa, no dia 13 de julho, aprovando a aplicação para uso emergencial da Coronavac em crianças entre 3 e 5 anos. 

“A orientação é que os municípios façam a gestão dos quantitativos disponíveis dessa vacina em seus estoques, com o intuito de garantir a segunda dose com o intervalo de 28 dias, até que os estoques sejam restabelecidos pelo Ministério da Saúde”, destacou a secretária de Saúde da Paraíba, Renata Nóbrega. 

Campanha Nacional de Multivacinação

No próximo dia 30 de julho, haverá um Dia D de vacinação para atualização da caderneta vacinal para todas as idades, de todas as vacinas. A mobilização irá se repetir nos dias 27 de agosto e 24 de setembro. Em agosto será realizada a Campanha Nacional de Multivacinação.

A administração concomitante de vacinas é uma importante estratégia por contribuir para uma menor perda de oportunidade vacinal e consequentemente para melhores coberturas para as vacinas contempladas no Calendário Nacional de Vacinação. Desta forma, o Ministério da Saúde recomenda a administração concomitante de vacinas contra a Covid-19 com as demais vacinas do calendário vacinal ou em qualquer intervalo na faixa etária de 3 anos de idade ou mais.

Por 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.