Sandália e máscara deixadas por suspeito de matar estudante dentro de escola são analisadas pela polícia, em João Pessoa

 Imagens de câmeras de segurança do colégio também foram coletadas e estão sendo tratadas para possível identificação do suspeito.

Uma sandália e uma máscara deixadas pelo suspeito depois de disparar e matar estudante de 18 anos  João Vitor Fontes da Silva, em João Pessoa, foram coletadas e levadas para análise no Instituto de Polícia Científica (IPC) nesta quinta-feira (2), segundo informações da Polícia Civil.

O jovem foi assassinado dentro da Escola Estadual de Ensino Médio Cineasta Linduarte Noronha nesta quarta-feira (1), por um homem que entrou no colégio mascarado e procurando por João Vitor.

A Delegacia de Homicídios da capital assumiu o caso e o delegado Hector Azevedo afirma que a sandália foi analisada ainda no local do crime.

“Foi analisada  a possibilidade de encontro de material genético para arquivar e futuro confronto com algum suspeito”, disse.

Ainda conforme a Polícia Civil, as câmeras de segurança do colégio serão também analisadas.

A delegada Luísa Correia disse na rádio CBN João Pessoa que as imagens foram coletadas e levadas para tratamento. 

Quando tratadas, testemunhas e pessoas que moram na região podem reconhecer quem apareceu nas câmeras. “Certamente quem é da localidade poderia sim identificar", disse.

Ela ainda afirmou que os familiares de João Vitor vão começar a ser convocados para depor nesta sexta-feira (3) e a Polícia Civil aguarda o retorno das atividades escolares para pegar as listas de presenças e assim, ver quem estava presente na hora do crime. 

João Vitor era um jovem querido e há um mês tinha sido contratado pelo Santa Fé Futebol Clube, de Recife, em Pernambuco. A estreia de João Vitor seria no dia 29 de maio, mas as fortes chuvas em Recife levaram ao adiamento do jogo. 

Conforme a tenente Hellen Souza, que também atendeu a ocorrência, pelo que foi repassado o jovem não tinha envolvimento com nenhum tipo de crime. 

O corpo do jovem foi enterrado na tarde desta quinta-feira (2), às 16h, em um cemitério do Cristo, na capital paraibana.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.