Polícia prende, em São Paulo, acusado de matar inimigo e atingir criança com bala perdida durante acerto de contas em bar na Paraíba

 A prisão foi executada no município paulista de Itupeva, nesta quinta-feira (9). O crime aconteceu no município de Mãe D'Água, Sertão paraibano, no último dia 11 de abril.

A Polícia Civil de São Paulo prendeu o homem acusado de envolvimento no assassinato de uma criança e de um homem em um bar na Paraíba. A prisão foi executada no município paulista de Itupeva, nesta quinta-feira (9). O crime aconteceu no município de Mãe D'Água, Sertão paraibano, no último dia 11 de abril.

Jennifer Paulino de Sousa tinha 10 anos quando foi vítima de bala perdida, na porta de casa, durante uma briga envolvendo o atirador, preso hoje, e Vanderlam Lopes de Souza, que foi baleado no Bar do Futuro, não resistiu aos ferimentos e morreu. Jennifer foi socorrida até o Hospital Regional de Patos, mas também não resistiu às lesões e faleceu. O alvo dos disparos seria Vanderlam, em uma desavença com o autor do crime.

A Polícia Civil da Paraíba e a Polícia Civil de São Paulo estiveram trabalhando em conjunto para dar cumprimento ao mandado de prisão contra o suspeito detido hoje, o qual estava foragido e escondido na casa de parentes  no município paulista de Itupeva.

"Através de informações colhidas junto ao nosso serviço de inteligência, identificamos alguns possíveis endereços em que o homicida pudesse se encontrar. Em razão disso, repassamos as informações à Delegacia de Polícia de Itupeva/SP, que localizou e prendeu o homicida naquela localidade" disse o delegado seccional de Patos, Paulo Ênio Rabelo.

O preso foi encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista. "Diante dessa prisão, a Polícia Civil da Paraíba demonstra que está preparada para coibir crimes violentos que ocorrem em nosso estado. Dessa forma, fica esclarecido mais um duplo homicídio na região de Patos/PB", completou o delegado seccional de Patos.

A Delegacia de Polícia Civil de Mãe D'água, na Paraíba, tem o prazo de 30 dias para concluir as investigações.

Por ClickPB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.