Polícia Federal deflagra Operação Micélio para desarticular comércio ilegal de madeira vinda do Pará até Paraíba e Rio Grande do Norte

 Cerca de 67 policiais estão cumprem nesta manhã 10 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal.

A Operação Micélio visando combater a comercialização e transporte ilegal de madeira com essência amazônica oriunda do Pará e destinada ao Rio Grande do Norte e a Paraíba foi deflagrada nesta quarta-feira.

Cerca de 67 policiais cumprem nesta manhã mandados de busca e apreensão expedidos pela  2ª Vara da Justiça Federal. São dois mandados cumpridos em Natal e dois em Parnamirim, no Rio Grande do Norte; dois em Tomé-Açu e um em Belém, no Pará; e três mandados cumpridos em João Pessoa.

A investigação teve início em 2019 e busca desvendar a origem da madeira comercializada e ocultada nas transações por donos de lojas que atuam nesse ramo de negócio e que supostamente agem praticando fraude e consequentemente lavagem de dinheiro.

Os fatos investigados buscam também revelar detalhes de todo esse processo ilegal de corte, transporte e aquisição da madeira com essência amazônica de origem ilícita, cujos crimes são previstos nos Art. 38, Art. 39, Art. 46 e Art. 50-A da Lei de Crimes Ambientais. 

Ademais, a ocultação da origem da madeira ocorre através da fraude no sistema da Guia Florestal e nos documentos apresentados aos fiscais como pertinentes às cargas, fatos possivelmente incursos no Art. 299 e 304 do Código Penal Brasileiro.

Por 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.