Mais de 50 pessoas reclamam de diarreia após evento do Ministério da Saúde, em Cabedelo, e amostras são enviadas para exames em laboratório

 A Gerente Executiva de Vigilância em Saúde​, Júlia Emília Vaz Sette, explicou que as vítimas estão sendo monitoradas e amostras de alimentos foram enviadas para laboratórios.

Ninguém espera sair de casa para comer comida estragada e parar no hospital, mas essa é uma das principais suspeitas levantadas após o surto de diarreia gerado em mais de 50 pessoas que participaram de um evento do Ministério da Saúde (MS), nesta terça-feira (31), em Cabedelo, na Paraíba. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta quinta-feira (2), a Gerente Executiva de Vigilância em Saúde, Júlia Emília Vaz Sette, explicou que as vítimas estão sendo monitoradas e amostras de alimentos foram enviadas para laboratórios.

"A Vigilância e Saúde de Cabedelo está no processo de investigação e monitoramento do surto de diarreia aguda que acometeu os participantes do evento do Ministério da Saúde que já atinge 50 pessoas com os sintomas de náuseas, cólera, vômito e diarreia. O surto está sendo investigado e a Vigilância já fez inspeções no local, mas nenhuma irregularidade foi constatada. Também foi coletado amostras de todos os alimentos para que seja identificado em laboratório qual dos alimentos apresentou problema", explicou. 

Até a tarde desta quinta-feira, mais de 120 pessoas já tinham sido ouvidas e mais de 50 delas alegaram o sintoma. O evento contou com a participação de mais de 300 pessoas e teve a presença do ministro da saúde, Marcelo Queiroga, que também participou do Seminário de Qualificação do Desempenho na Atenção Primária à Saúde. Inclusive, quem procurou a Secretaria de Saúde de Cabedelo, para informar que componentes da equipe apresentam o sintoma foi o próprio Ministro. 

O evento foi realizado pelo Ministério da Saúde, com apoio da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que prioriza a contratação de fornecedores locais, sempre exigindo os alvarás e licenciamentos necessários.

Por 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.